Analisando letras

Conheça a história da música Tocando Em Frente, de Almir Sater

Por Érika Freire

16 de Outubro de 2020, às 19:00


A letra e a melodia da musica Tocando Em Frente tem o poder de nos transportar para outras dimensões, tamanha a sensibilidade presente na composição. 

Não é à toa que a canção se tornou um dos maiores clássicos da música sertaneja, composta por Almir Sater e Renato Teixeira, em 1990.

Almir Sater e Renato Teixeira
Almir Sater e Renato Teixeira / Créditos: Divulgação

Foi Maria Bethânia a primeira a gravar Tocando Em Frente, no entanto, este é o tipo de obra universal que acabou sendo regravada depois por diversos artistas

A letra traz uma mensagem de alguém que, depois de alguns percalços, aprendeu a encarar a vida de forma leve, seguindo o fluxo para se permitir amar e ser feliz com as coisas simples. 

Quer vir com a gente conhecer melhor a história da música Tocando Em Frente?

História da música Tocando Em Frente 

Dois grandes ícones da música regional brasileira, Almir Sater e Renato Teixeira, compuseram Tocando Em Frente antes de um jantar na casa de Renato

O ano era 1990 e Almir Sater estava na casa do amigo quando pegou o violão do filho de Renato, o Chico, que ainda era criança.

Almir Sater e Renato Teixeira
Renato Teixeira e Almir Sater/ Créditos: Divulgação

O violão estava faltando um corda, mas Almir começou a dedilhar algumas notas e rapidamente surgiu uma melodia agradável.

Enquanto isso, Renato começou a escrever alguns versos bem rápido. A esposa de Renato os chamou para jantar e algo ali havia surgido.

Quando Almir chegou em casa, contou para os familiares que ele e Renato tinham feito uma música e eles pediram para que Almir cantasse. 

Alguém chegou a comentar que aquela era uma das melhores músicas que ele já tinha feito. Ele deu detalhes sobre a história por trás de Tocando Em Frente durante uma participação no programa da TV Cultura, Viola Minha Viola, quando foi questionado pela apresentadora Inezita Barroso.

Inezita Barroso, Almir Sater, filho e irmão do cantor
Inezita Barroso, Almir Sater, filho e irmão do cantor / Créditos: Divulgação

Almir comentou que a música surgiu tão de repente e sem pensar, que ele acabou não percebendo a grandiosidade da letra. 

Às vezes as coisas que vem muito fácil na vida da gente, não damos muito valor, por isso eu não percebi a mensagem da música, disse. 

Também no programa, ele contou que tempos depois de compor Tocando Em Frente, estava em casa e recebeu uma ligação de Maria Bethânia perguntando se ele não tinha alguma música para ela.

Ele respondeu que tinha acabado de fazer uma, mas que Renato Teixeira iria gravar. Não satisfeita, a irmã de Caetano Veloso pediu pra ele cantar a música ao telefone. Ao ouvir, Bethânia declarou: essa música é minha!

Um presente psicografado? 

Para o compositor, Tocando Em Frente veio como um presente, pois foram muitas coincidências para que ele e Renato Teixeira pudessem cantar essa mensagem tão bonita e otimista.

Acho que não existe talento para se fazer uma música em dois minutos, com letra e música pronta, então acho que essa foi mesmo psicografada.

Análise da música Tocando Em Frente

Tocando Em Frente fala sobre como levar a vida com leveza, sem pressa e ir apenas seguindo, sem grandes expectativas. 

A letra está escrita em primeira pessoa, dando a ideia que o personagem fala sobre o seu universo enquanto um boiadeiro, mas a mensagem central acaba sendo uma lição para todos. 

Renato e Almir costumam relatar em suas músicas a vida regional, a rotina do caipira e a vida no campo, e Tocando Em Frente tem essa característica ao mencionar o boiadeiro para explicar como nós poderíamos aprender a viver ao seu modo.

O personagem traz uma leveza porque já passou por momentos difíceis na vida, ao tratar as coisas com ansiedade, pressa e agora ele aprendeu que não vale a pena. O melhor é carregar um sorriso no rosto. 

Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais

De forma humilde, ele reconhece que mesmo tendo vivido muitas experiências, se deu conta de que sabe muito pouco sobre a vida.

Por ter passado por mágoas, ele passou a enxergar a vida de forma diferente, tendo consciência de que momentos difíceis sempre vão existir.

Mas nem por isso devemos deixar de admirar o brilho de cada amanhecer, o sabor de cada comida, das frutas…

Aceitar as circunstâncias, não reclamar da chuva, já que ela é necessária para que as plantas cresçam e deem flores.

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Cada estrofe traz uma beleza poética que dá margem para a crença de que Almir de que a canção tenha sido psicografada.

Não pela falta de capacidade dos músicos, que sempre tiveram seus talentos reconhecidos, mas pelos ensinamentos de alguém que parece já ter vivido essa experiência terrena. 

Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Este é um dos versos mais primorosos, enfatiza que cada um sempre saberá o seu modo de viver a vida, se tornando capaz para encontrar a sua forma de ser feliz.

Sendo assim, ninguém deveria apontar ao outro como deve trilhar o seu próprio caminho.

Sem dúvida, esse é um dos maiores ensinamentos de Tocando Em Frente: o respeito ao próximo e às diferenças.

Renato Teixeira e Almir Sater 

Renato Teixeira e Almir Sater são dois grandes artistas que, juntos, criaram músicas que falam sobre as raízes do Brasil e de seu povo. Dessa parceria, surgiram grandes sucessos, como Um Violeiro Toca, Boiada e Tocando Em Frente.

Tanto Renato quanto Almir se tornaram ícones da música caipira, em uma parceria que já passa 30 anos. Juntos, eles lançaram o álbum AR, em 2015.

Capa do álbum AR
Capa do álbum AR / Créditos: Divulgação

Renato sempre gostou de falar sobre a vida do caipira em suas composições, além de cantar e tocar, sendo dono de uma extensa discografia. 

Almir é conhecido por ser um violeiro talentoso, sempre criando melodias que encantam ao som da viola.

A canção Tocando Em Frente marcou a parceria de Renato Teixeira e Almir Sater e recebeu o prêmio de Canção do Ano na Categoria Especial e também foi a vencedora na Categoria MPB do Prêmio Sharp, em 1991.

Artistas renomados da MPB regravaram Tocando Em Frente, como Ana Carolina, Sérgio Reis, Maria Bethânia e, mais recentemente, a dupla AnaVitória.

Confira a história da música O Menino da Porteira 

Um dos maiores clássicos do sertanejo raiz, a canção O Menino da Porteira foi gravada pela primeira vez em 1955, composta por Teddy Vieira e Luis Raimundo. Desde então, muitos artistas fizeram suas versões.

Vem conhecer a história por trás do sucesso O Menino da Porteira

História da música Menino da Porteira

Leia mais sobre música sertaneja

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.