LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Analisando letras

Sunday Bloody Sunday: a história por trás do clássico do U2

Por Dora Guerra

20 de Janeiro de 2020, às 06:30


I can’t believe the news today… Quem nunca ouviu essa música? Seja na voz do icônico Bono Vox ou no cover do Sambô, famosíssimo aqui no Brasil, o ritmo pode enganar: a canção é, na verdade, bastante triste. 

Sunday Bloody Sunday foi composta como um protesto contra o que vinha acontecendo na Irlanda do Norte na época.

É uma faixa abertamente política que mostrou o U2 para o mundo: teve ótima recepção de crítica e ficou famosa em vários países. 

Banda U2
Créditos: Divulgação

Hoje, a música está na lista da Rolling Stone das 500 Melhores Canções de Todos os Tempos.

Mas o que faz ela ser tão boa, afinal? Vamos te contar um pouco da história da música pra você saber tudo sobre esse clássico do U2. Vem ver:

A história de Sunday Bloody Sunday

Pra entender bem de onde vem a música, temos que relembrar um pouco a história da Irlanda do Norte. 

No auge do conflito entre o IRA (o Exército Republicano Irlandês, grupo terrorista que buscava a independência da Irlanda do Norte) e o governo britânico, as autoridades prendiam inúmeras pessoas suspeitas de compor o grupo terrorista. 

Soldados britânicos no Domingo Sangrento
Soldados britânicos / Créditos: Divulgação

Essa repressão acontecia, muitas vezes, sem justificativa e sem julgamento, levando possíveis pessoas inocentes a serem pegas sem direito de resposta.

Por isso, em 30 de janeiro de 1972 em Derry, cerca de 10 mil manifestantes tomaram as ruas em um segundo dia de protesto pacífico contra essas prisões.

Nessa época, o governo havia proibido qualquer manifestação pública até o fim do ano. Como é comum nesse tipo de protesto, houve um confronto entre os manifestantes e os soldados. 

Manifestantes e soldados no Domingo Sangrento
Créditos: Divulgação

O problema é que, ordenadas a impedir os protestos, as tropas britânicas atiraram desenfreadamente por 25 minutos e mataram cerca de 14 manifestantes no tiroteio e feriram outros 26.

Assim, o protesto pacífico se tornou uma tragédia conhecida internacionalmente como “Domingo Sangrento”.

Sunday Bloody Sunday história
Manifestantes correndo das tropas britânicas no “Domingo Sangrento” / Créditos: Divulgação

O episódio foi a epítome de uma crise há muito tempo estabelecida no país. Ajudou, inclusive, a polarizar ainda mais a população, gerando uma simpatia maior com o IRA. 

No mundo da música, o caso também teve suas repercussões: além da própria Sunday Bloody Sunday, provavelmente a canção mais famosa sobre o incidente, o Wings (banda do Paul McCartney na época) também falou disso em sua música Give Ireland Back To The Irish

Significado da música Sunday Bloody Sunday

É legal destacar que, apesar de a canção do U2 ser abertamente política, o grupo não se posicionou precisamente sobre o conflito entre o IRA e o governo britânico.

Para a banda, não havia um lado certo, mas as tragédias tinham que acabar. 

Essa angústia é clara desde o início da música, confira:

I can’t believe the news today (Não posso acreditar nas notícias de hoje)
I can’t close my eyes and make it go away (Não posso fechar os olhos e fazê-las desaparecer)

Exaustos de tantas notícias ruins e tragédias todos os dias, os artistas só queriam que tudo acabasse. 

Broken bottles under children’s feet (Garrafas quebradas sob os pés das crianças)
Bodies strewn across the dead-end street (Corpos espalhados num beco sem saída)
But I won’t heed the battle call (Mas eu não vou atender ao apelo da batalha)
It puts my back up, puts my back up against the wall (Isso coloca minhas costas, coloca minhas costas contra a parede)

Sunday, bloody Sunday (Domingo, sangrento domingo)

Aqui, essa ansiedade que eles sentiam se mistura com uma descrição bem triste do cenário.

No refrão, o vocalista só repete sunday, bloody sunday em agonia. Talvez a parte mais crítica da música venha logo em seguida, com o verso:

And the battle’s just begun (E a batalha apenas começou)
There’s many lost, but tell me who has won? (Há muitos que perderam, mas diz-me: Quem ganhou?)
The trenches dug within our hearts (As trincheiras cavadas em nossos corações)
And mothers, children, brothers, sisters torn apart (E mães, filhos, irmãos, irmãs dilacerados)

Aproveite pra ler a tradução completa da música aqui!

Um pouco sobre o U2

Formado em 1976, o grupo U2 se tornou um dos artistas mais influentes na Irlanda e no mundo nas últimas décadas.

Os quatro integrantes marcaram bastante a história do rock, com 14 discos lançados, inúmeras turnês e várias canções tocadas ao redor do mundo. 

Sucesso da canção Sunday Bloody Sunday

Apesar de ser centrada no domingo sangrento, a canção foi lançada só em 1983, 11 anos depois do ocorrido.

Em 82, o guitarrista The Edge já tinha começado a idealizar os riffs e parte da letra, em uma fase pessoal bastante difícil. Depois, com a colaboração do resto da banda, o restante da música foi se formando. 

The Edge U2
The Edge, guitarrista do U2 / Créditos: Divulgação

Há rumores de que a versão original da música tinha uma posição política mais clara, mas os versos foram alterados para resguardar a banda. Independente, o sentimento anti-violência fica claro na letra, né?

Sunday Bloody Sunday foi lançada como a primeira faixa do álbum War e trouxe bastante visibilidade para o U2 principalmente nos EUA, devido à atenção que o clipe recebeu na MTV. 

Nos shows, Bono canta a música com uma bandeira branca, como uma forma de demonstrar o posicionamento da banda contra esse tipo de tragédia causada pela violência. 

Bono Vox em show do U2 ao som de Sunday Bloody Sunday
Bono Vox em show do U2 ao som de Sunday Bloody Sunday / Créditos: Divulgação

Além disso, a faixa foi usada para protestar em outras ocasiões, como em 2002 em nome das vítimas do conflito entre Israel e Palestina.

As melhores músicas do U2

Se você conhece só as canções mais famosas do grupo, chegou a hora de expandir o repertório, né? Sunday Bloody Sunday é só uma pequena amostra o trabalho do U2, que vai do protesto ao romance em suas composições.

Pensando nisso, criamos uma playlist perfeita pra começar a conhecer o grupo. Vem ouvir as melhores músicas do U2!

melhores músicas U2