História da música

Retrospectiva: o mundo da música em 2020

Por Laura Nolasco

7 de Janeiro de 2021, às 08:00


O ano de 2020 foi super diferente e intenso e com certeza vai ficar marcado na vida de todo mundo. Com a indústria musical não foi diferente, já que ela precisou se reinventar após ser uma das mais impactadas pela pandemia do coronavírus. 

Com o fim do ano se aproximando, nós fizemos uma retrospectiva comentando e analisando os principais destaques de músicas, artistas e estilos do ano.

Para isso, selecionamos as 100 músicas e 50 artistas mais ouvidos do Letras em 2020 e os 10 posts mais lidos do blog também. Depois, analisamos as principais tendências e características dessas listas. 

E tem muita coisa legal, viu? Sucessos que surgiram no TikTok, muuuuita live, artistas novos de vários estilos… vem com a gente relembrar:

2020: o ano das lives

lives

Não dá pra falar em 2020 sem comentar sobre a pandemia e todas as mudanças que ela trouxe para a nossa vida, né? 

Com a necessidade de isolamento social para que todo mundo pudesse ficar em segurança, shows foram cancelados e a gente até chegou a achar que não ia poder mais ficar tão próximo dos artistas que amamos. 

Mas a indústria musical encontrou um jeito de se reinventar e rapidinho os artistas pensaram em um jeito muito legal de continuar próximos dos fãs e trabalhando: foi assim que surgiram as lives! 

Elas não só substituíram os shows como também deixaram os fãs interagirem com seus ídolos através dos comentários, pedindo músicas e mandando recados que muitas vezes eram respondidos ao vivo. 

E teve live de todos os estilos: do gospel ao k-pop, passando pela MPB, pelo rock e até por festivais como o One World: Together At Home, organizado pela Lady Gaga em parceria com as OMS. 

Mas, aqui no Brasil, um estilo merece destaque: o sertanejo. Artistas como Marília Mendonça, Jorge e Mateus e Gusttavo Lima fizeram algumas das melhores lives do ano, chegando a atingir milhões de espectadores.

As músicas de sucesso no TikTok

Várias das músicas mais ouvidas do ano fizeram sucesso por causa do TikTok. O aplicativo famoso pelas dancinhas, challenges e vídeos divertidos começou a fazer sucesso no final do ano de 2019, mas foi em 2020 que ganhou um destaque ainda maior. 

Com todo mundo em casa buscando novas distrações, o aplicativo chegou a se tornar o mais baixado durante a pandemia. 

E não foram só músicas novas que bombaram por lá não, viu? Até clássicos como La Vie En Rose, da Edith Piaf, começaram a ser mais procurados aqui no Letras depois de viralizarem por lá. 

Com tanto destaque, começamos a nos perguntar: o que faz uma música bombar no TikTok? Dancinhas, desafios, a letra? 

Ainda não descobrimos a fórmula mágica, mas alguns fatores parecem bastante relevantes: 

  1. as letras, que precisam ser divertidas para uma dublagem, falar de assuntos cotidianos ou serem fáceis de interpretar visualmente;

2. os desafios e dancinhas, que incentivam todo mundo a tentar participar com um vídeo também; 

3. e batidas marcadas, que são muito usadas para sincronizar com movimentos nas dancinhas ou com transições nos vídeos. 

@letras

qual ficou melhor “the green one”, “the black one” ou “the purple one”? conta nos comentários 🤔 #aprenderingles #falefluente #aprendinotiktok #fy

♬ som original – GioEwbank

Confira as histórias de algumas dessas músicas que bombaram no TikTok:

Se você curte os vídeos curtinhos do TikTok, que tal usá-los pra aprender inglês com música? Lá no perfil do Letras você encontra as melhores dicas pra entender todas as canções que fazem mais sucesso nos vídeos 😉

O gospel em 2020

Das 100 músicas mais ouvidas no Letras em 2020, 35 foram de gospel, e o artista mais ouvido do ano foi Harpa Cristã.

Alguns nomes já consagrados do estilo marcaram presença na nossa lista, como Fernanda Brum e Lauriete, mas os novos nomes do gospel merecem destaque: Priscilla Alcantara, Gabriela Rocha e a banda Casa Worship principalmente, já que tiveram diversas canções entre as mais acessadas do ano. 

Em busca de compreender os principais temas nessas canções, reunimos as letras das músicas mais acessadas e transformamos em uma imagem que mostra as palavras mais repetidas nas letras de uma forma gráfica: quanto maior a palavra, mais vezes ela foi repetida.

gospel 2020

As palavras que mais aparecem são Deus, Jesus e Senhor, acompanhadas de outras como grato, presença, alegria. Elas refletem as temáticas mais comuns nas canções, que são o poder de Deus na vida dos fiéis e as narrativas bíblicas.  

Os destaques do pop

pop 2020

A música pop também se destacou por aqui, ocupando 23 posições no nosso top 100 de músicas mais ouvidas. De IZA e Melim a Maroon 5 e Ed Sheeran, tem música pop para todos os gostos, mas alguns nomes merecem atenção especial: Billie Eilish, Harry Styles e Dua Lipa. 

Canções do álbum Fine Line, lançado por Harry Styles no final de 2019, trouxeram o ex 1D para nosso ranking. De músicas mais românticas e melódicas a hits contagiantes e divertidos, uma coisa fica clara: a inspiração do cantor na sonoridade dos anos 70.

A vibe nostálgica também foi aproveitada por Dua Lipa, que misturou a disco music com uma pegada mais futurista no dançante Future Nostalgia, lançado no começo do ano.

Se a sonoridade, que foi considerada pela crítica como inovadora ou, pelo menos, ousada, não foi suficiente, a cantora ainda teve um empurrãozinho pro sucesso aqui no Brasil: quem não lembra da Manu Gavassi gritando ~tamborzinho, tamborzinho~ enquanto dançavam a faixa Don’t Start Now no BBB 20?

Se os dois primeiros destaques são mais dançantes e românticos, Billie Eilish veio para quebrar padrões.

Com suas canções mais sombrias e distópicas, com traços de hip hop e de música eletrônica, a cantora foi quem apareceu mais vezes no nosso top 100, com as canções bad guy, everything i wanted e lovely (feat. Khalid).

Se há algo que conecta Billie com Harry e Dua, é a preocupação estética: ainda que cada um com seu estilo, os 3 cantores apostam em identidades visuais muito marcantes e bem definidas

O ano do Now United

now united membros

Outro nome de destaque no pop em 2020 foi o Now United, que surgiu em 2017 e vem conquistando principalmente os adolescentes e pré-adolescentes. 

O grupo mundial, formado por 15 integrantes de diversos países, tem até uma brasileira, a Any Gabrielly, que já declarou que o propósito deles é levar amor, positividade, felicidade e respeito às diferenças através da música

Se você ainda não conhece o Now United, vem descobrir quem são todos os integrantes do grupo!

O k-pop dominando o mundo

Embarcando para o outro lado do globo, vale também comentar o k-pop, ou o pop coreano, pra quem não está tão intimo ainda. 

Se o BTS já vinha conquistando o mundo desde o ano passado, 2020 foi a vez das meninas do BLACKPINK brilharem. 

O quarteto, que lançou o THE ALBUM nesse ano, quebrou as barreiras fazendo sucesso mundial, com parcerias com nomes como Dua Lipa e Selena Gomez, e até mesmo ganhou um documentário na Netflix: o BLACKPINK: Light Up The Sky. 

O rap em 2020

Outro destaque do ano foi o rap, com 2 principais representantes nos nossos rankings: o primeiro é o Poesia Acústica, projeto da Pineapple que reúne rappers diversos em cada música.

Reunimos as letras das músicas mais ouvidas da Pineapple e fizemos mais uma imagem, que mostra grandes características do projeto: letras românticas e good vibes, representadas por palavras como você, ela, amor e saudade.

Elas também retratam bastante da vida nos morros e não deixam de lado as críticas sociais, quando necessárias, como podemos ver com as palavras morro e baile.

rap 2020

Mais um grande destaque do estilo é Djonga, rapper belo-horizontino que ficou entre os artistas mais ouvidos do ano. E não foi só por aqui que ele fez sucesso não: Djonga foi o primeiro rapper brasileiro indicado ao prêmio BET Hip Hop Awards, dos Estados Unidos.

Se podemos dizer que a filosofia do Poesia Acústica é a de “paz, amor e um pouquinho de sacanagem”, Djonga aproveita duas dessas características, mas deixa a paz um pouco de lado.

Com letras e sonoridade bem mais agressivas, o rapper retoma a origem de protesto do rap e abusa das críticas sociais, batalhando principalmente pelo empoderamento negro e periférico. 

Os clássicos de sempre

Outra categoria que se destacou no nosso top 100 foi o que chamamos de “clássicos”: aqueles cantores e músicas que não são novidade, mas que sempre estão entre os mais ouvidos. 

Essa categoria inclui artistas de diversos estilos, nacionais e internacionais. Alguns dos nomes são John Legend, com sua clássica All Of Me, Alceu Valença, com Anunciação, Leonard Cohen, com Hallellujah e John Lennon, com Imagine

Ama essas canções? Leia mais sobre elas aqui: 

Seus preferidos de 2020

Agora é a sua vez de nos contar: quais foram suas músicas preferidas do ano? Você fica com os clássicos ou gosta de conhecer e acompanhar as novidades? Conta pra gente nos comentários! 

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.