LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Curiosidades

9 músicas que são inspiradas em livros e você não sabia

Por Camila Fernandes

22 de Maio de 2020, às 12:00


Vai me dizer que você nunca ouviu uma música e ficou imaginando as cenas acontecendo? Se a sua resposta é não, você não está ouvindo música direito! 🤣

Assim como os livros, as músicas também podem contar histórias — sejam elas fictícias ou reais, como é o caso de Conversa de Botas Batidas, do Los Hermanos, que fala sobre o trágico fim de um casal apaixonado. 

Los Hermanos
Los Hermanos / Créditos: Divulgação

Algumas letras têm narrativas tão bem definidas que já até viraram filme. Mas, neste post, nós vamos falar do processo contrário: vamos conhecer 9 músicas inspiradas em livros! Pra quem é fã de música e literatura, tá aí uma combinação mais que perfeita. 

Pronto para conhecer os clássicos da literatura que inspiraram alguns dos maiores sucessos da música? Vamos lá!

9 músicas inspiradas em livros

Já pode aproveitar pra ir montando sua playlist de leitura!

Amor I Love You (Marisa Monte) — O Primo Basílio 

Pois é, esse clássico da MPB cantado por Marisa Monte é inspirado em outro clássico, mas da literatura.

Quem já leu O Primo Basílio, do escritor português Eça de Queiroz, provavelmente percebeu que a citação que Arnaldo Antunes faz na segunda parte de Amor I Love You é um trecho do livro. 

O livro, publicado em 1878, conta a história da sociedade burguesa em Portugal, com foco no romance extraconjugal entre Luísa e seu primo Basílio.

Luísa era uma romântica incurável, apaixonada e devoradora de livros de romance, e é daí que vem a inspiração para Amor I Love You. 💖

Monte Castelo (Legião Urbana) — Os Lusíadas 

A canção, que ficou famosa com a voz de Renato Russo, é inspirada em uma das obras mais conhecidas da literatura portuguesa, que inclusive vive aparecendo nas provas de vestibular por aqui. 

Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões, é um livro de poesia épica publicado em 1572. A música traz citações do soneto 11, também conhecido como Amor é fogo que arde sem se ver.

Além disso, Monte Castelo também traz citações de um texto bíblico. Ainda que eu falasse a língua dos homens, e falasse a língua dos anjos é uma referência ao capítulo 13 do livro de Coríntios. 

Confira uma seleção com as melhores músicas do Legião Urbana.

1984 (David Bowie) e Resistance (Muse) — 1984

1984, o romance distópico de George Orwell, inspirou não uma, mas duas músicas!

Publicado em 1949, o livro narra uma sociedade comandada por um governo totalitário, que persegue o individualismo e condena, inclusive, a liberdade de pensamento.

Assim como o livro, a música 1984, do cantor David Bowie, fala sobre uma espécie de lavagem cerebral que te faz fazer coisas que você jamais faria em sã consciência. 

Já a segunda música foi lançada há bem menos tempo, em 2010. Resistance, da banda Muse, como o nome indica, aborda outro aspecto do livro de George Orwell: a resistência, que luta secretamente contra a tirania do regime. 

Don’t Stand So Close To Me (The Police) — Lolita 

Don’t Stand So Close To Me, do The Police, fala sobre a relação entre um professor e uma aluna que tem metade da idade dele.

Ou seja, um caso de pedofilia, mesmo tema abordado pelo livro Lolita, do escritor russo Vladimir Nabokov. 

A música chega até a citar o livro em um trecho:

Ele começa a tremer e engasgar
Igual àquele velho, naquele livro do Nabokov

O The Police tem outra música inspirada em história, mas dessa vez é numa história real! Vem conferir a análise de Every Breath You Take.

Geni e o Zepelim (Chico Buarque) — Bola de Sebo 

A música Geni e o Zepelim faz parte do musical Ópera do Malandro, de Chico Buarque.

Cheia de críticas sociais que permanecem válidas, a música e a história de Geni no musical são inspiradas no conto Bola de Sebo, que faz parte do livro Bola de Sebo e Outros Contos da Guerra, do escritor francês Guy de Maupassant.

No livro, Bola de Sebo é uma prostituta. Já a Geni, em Ópera do Malandro, é uma travesti.

No entanto, as duas compartilham a mesma história: sofrem preconceito, são usadas pela sociedade hipócrita e, no fim, são descartadas quando acaba sua utilidade

Confira o significado completo de Geni e o Zepelim!

Busca Vida (Paralamas do Sucesso) — O Pequeno Príncipe 

O Pequeno Príncipe é aquele livro que quase todo mundo já leu ao menos uma vez na vida. Se você não leu, já tá na hora de dar um jeito nisso!

Pra sentir um gostinho da beleza do livro de Antoine de Saint-Exupéry, é só ouvir a música Busca Vida, do Paralamas do Sucesso. 

A música é uma referência à viagem do Pequeno Príncipe pelos planetas do universo, em busca de amor e felicidade. Ao mesmo tempo, ela fala sobre nossas buscas pela satisfação pessoal. 

Conheça a história de Lanterna Dos Afogados, outra música dos Paralamas inspirada em um livro! 

Admirável Gado Novo (Zé Ramalho) e Admirável Chip Novo (Pitty) — Admirável Mundo Novo 

Nessas aqui, é só conhecer o livro que já dá pra pegar a referência tranquilamente, né?

Admirável Mundo Novo, do escritor inglês Aldous Huxley, narra as maravilhas e as barbaridades tecnológicas de um futuro muito distante, no ano de 2540. 

Na história, a civilização é extremamente polida e controlada, e o que é naturalmente humano é tido como selvagem. Foi daí que nasceu a inspiração para as duas músicas.

A primeira é Admirável Gado Novo, do Zé Ramalho, que fala sobre a exploração do trabalhador como preço para o progresso. 

Confira a análise completa de Admirável Gado Novo

Admirável Chip Novo, da Pitty, fala sobre a manipulação de ideias, um controle velado do pensamento e dos corpos, que transforma o ser humano em máquina.

Continue viajando pelas histórias do universo musical

E aí, gostou de saber mais sobre as músicas que são inspiradas em livros?

Se você veio até aqui, é porque gosta de músicas com história e certeza que você vai curtir saber mais sobre a história das capas de álbuns da MPB! Bora conferir?

Conheça outras músicas que contam histórias: