História da música

História das boybands: conheça a origem dos grupos musicais

Por Elaine Caroline

3 de Outubro de 2020, às 19:00


No mundo da música, as boybands sempre tiveram espaço de destaque entre os jovens e, principalmente, entre as garotas. Embora seja difícil estipular o início exato da primeira boyband, já conseguimos identificar esse fenômeno na década de 60.

Para muitos, pelo conceito e pelo sucesso incrível e inédito na época, os Beatles foram a primeira boyband do mundo, mas outras pessoas discordam.

Esse termo constrói uma imagem clássica: um grupo de meninos descolados, bonitos, jovens e que, claro, cantam super bem! Algumas vezes essa fórmula também vem com coreografias e sempre músicas super chicletes.

Vem com a gente entender mais sobre boybands:

Onde e como surgiram as boybands

Na década de 40, quartetos masculinos que cantavam a capella eram muito populares. Talvez esse tenha sido o primeiro formato do que mais tarde chamaríamos de boybands. 

Ao longo do tempo, outro gênero também foi se popularizando, o Doo Wop, que tem origem na juventude americana negra, também da década de 40, e que influenciou bandas e artistas, tendo seu pico de popularidade na década de 60.

Percebendo todo esse movimento no cenário musical, a gravadora Motown criou uma estratégia: um formato de banda, apenas com garotos, que despertaria o interesse imediato do público e, o mais importante: que suavizasse o estilo Doo Wop para que fosse aceito em todas as camadas sociais. 

E não é que deu certo? Antes de qualquer pessoa imaginar ou chamar grupos assim de boybands, a gravadora criou a primeira grande e icônica boyband do mundo: o Jackson 5, responsável pelo descobrimento do eterno rei do pop, Michael Jackson.

Jackson 5 entregava tudo que, mais tarde, virou padrão nas boybands: todos os integrantes eram jovens, bonitos, tinham carisma, eram extremamente talentosos e faziam todos delirarem com suas músicas!

As primeiras boybands 

Os anos 80 e 90 vieram cheios de bandas incríveis, hinos pop atemporais e simplesmente fundaram, oficialmente, o formato de boyband que somos acostumados até hoje, não só no mundo, mas no Brasil também (caso de Dominó, Polegar e KLB).

Vamos falar um pouco mais sobre as boybands mais tradicionais:

Jackson 5

Fundada em 1964 com Tito, Marlon, Jackie, Jermaine e Michael Jackson, o Jackson 5 era composto por irmãos e foi eternizado no mundo da música com canções inconfundíveis como ABC, I Want You Back e I’ll Be There

A banda ficou em atividade até 1984, quando Michael Jackson saiu para seguir sua carreira solo.

The Beatles

Embora muitos não considerem, The Beatles é uma banda com muitas características de boybands: quatro jovens rapazes que faziam um sucesso estrondoso.

Tanto com as meninas quanto na música, os ternos cheios de estilo de Paul McCarteny, John Lenon, Ringo Star e George Harrison os levou uma boa imagem que, mais tarde, rendeu carreira solo para todos os seus integrantes. 

Mesmo podendo só ter sido uma influência para esse gênero, merecem a menção honrosa, né? ❤️

Os clipe dos Beatles mostram muito da influência deles para as boybands. Saiba mais sobre a evolução dos videoclipes!

Menudo

Formada em Porto Rico, Menudo nasceu em 1977 e ficou em atividade até 1996, com uma recriação em 2007 que encerrou as atividades em 2009. 

Nesses 21 anos foram várias formações, 34 álbuns de estúdio e muitos corações pré-adolescentes apaixonados pelos rapazes. 

O auge da banda foi na década de 80, quando o grupo era composto pelos integrantes Roy Rosselo, Robby Rosa, Charlie Massó, Ray Reyes e Ricky Martin, que ficou mundialmente conhecido e, posteriormente, seguiu carreira solo.

New Edition

New Edition é uma boyband de R&B que foi fundada em Boston, nos Estados Unidos, em 1978. 

Donos de 7 álbuns, a banda teve seu auge na década de 80 e é reconhecida por ter sido uma das bandas que abriu caminho no mercado para o sucesso das boybands. 

Em 2003 eles voltaram a se reunir como banda, após 6 anos de hiato, e estão em atividade até os dias de hoje.

New Kids On The Block 

Para muitos, a definição de boybands nasceu junto com eles: New Kids On The Block

Em 1986 ela foi fundada com todos os elementos da boyband clássica: meninos bonitos, carismáticos, com coreografias incríveis e emblemáticas para a época. Era sucesso na certa! 

Please Don’t Go, Girl, do segundo álbum da banda, fez os meninos estourarem nas rádios e todos os singles do álbum alcançaram o top 10 da Billboard. 

Mas foi em 1990 que a banda lançou Step By Step, que virou o maior sucesso do grupo até hoje. Em 1994 a boyband anunciou o fim das suas atividades, mas voltaram em 2008.

Boyz II Men

Boyz II Men foi uma receita de sucesso: nasceu em 1988 e virou a boyband de R&B e soul mais bem sucedida de todos os tempos (colecionando 14 álbuns e alguns recordes da Billboard, em alguns deles ficando atrás só de Beatles e Elvis Presley). 

Embora as boybands tenham fama de terem vida curta, Boyz II Men estão em atividade desde 1990 até hoje. Suas canções End Of The Road, I’ll Make Love To You e One Sweet Day (com Mariah Carey) são exemplos de sucessos atemporais.

Backstreet Boys

Definitivamente quando pensamos em boybands é IMPOSSÍVEL não lembrar deles: Kevin Richardson, Howie Dorough, Brian Littrell, AJ McLean e Nick Carter, o Backstreet Boys

Embora formada em 1993, foi a partir de 1996 que eles estouraram. Os meninos viraram fenômenos através de suas músicas e coreografias que todos queriam reproduzir.

Não é por menos que eles são, para muitas pessoas, o maior símbolo da década de 90. É possível não conhecer hinos como I Want It That Way, As Long As You Love Me e Quit Playing Games.

‘NSYNC

Lançada em 1995, ‘NSYNC está longe de ser só a banda que revelou o Justin Timberlake para o mundo. A boyband foi outra sensação dos anos 90, para muitos tanto quanto Backstreet Boys! 

Suas coreografias também eram extremamente memoráveis! Os sucessos da banda ainda são populares nas plataformas digitais, como Tearin’ Up My Heart, Bye Bye Bye e This I Promise You.

Boybands pós-anos 2000

Após o estrondoso sucesso das bandas nas décadas de 80 e 90, passamos alguns anos sem a presença muito forte desse formato na grande mídia. Mas em 2005 isso começou a mudar.

Jonas Brothers

Os irmãos Kevin, Joe e Nick Jonas integram o Jonas Brothers, que alcançou uma popularidade muito alta com as adolescentes da época. 

Para melhorar, em 2008 eles estrelaram Camp Rock, um filme da Disney, ao lado da cantora Demi Lovato. O trio lançou cinco álbuns, foi indicado a vários prêmios e depois de seis anos de hiato, voltou às atividades em 2019.

One Direction

Quem diria que cinco rapazes que não se conheciam formariam uma das maiores boybands de todos os tempos em um reality show?

Essa é a história da One Direction! Oo jurado Simon Cowell, após conhecer todos os integrantes na disputa solo, uniu-os como um grupo. 

Apesar de não terem ganhado o programa, durante os 5 anos de atividade, o grupo lançou cinco álbuns e foi sucesso mundial, indicado para mais de 400 prêmios. Seus fãs, conhecidos como directioners, sonham com a volta da banda até hoje, que está em hiato desde 2015.

BTS

Com o passar do tempo, o k-pop foi se tornando cada vez mais importante e popular no mundo ocidental, e o BTS é um dos grandes responsáveis por isso. 

O sucesso dos meninos é tão grande que essa popularidade imensa já foi comparada com a influência dos Beatles na década de 60. 

Entre discografia japonesa e coreana, a boyband tem sete álbuns lançados. As características artísticas dos rapazes são tão fortes, que há quem diga que o grupo também revoluciona a moda através de suas influências nos clipes e aparições.

Confira 5 músicas para aprender coreano com BTS!

Continue no universo das boybands

Por ter sido febre na década de 80 e 90, esse post pode causar nostalgia em muitas pessoas, confessamos. Para aproveita o momento: relembre as melhores boybands da década de 90!

boybands anos 90

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.