#kpoppers

Grupos de kpop que acabaram, mas que sentimos falta

Por Karoline Póss

11 de Abril de 2021, às 19:00


Sempre que falamos de k-pop, aplaudimos o sucesso de grupos como BTS, BLACKPINK, SHINee e Girls’ Generation, mas infelizmente nem todos alcançam tamanho estrelato em uma indústria musical tão competitiva quanto a do k-pop e vários deles se despedem cedo demais. 

Nessa publicação, relembraremos alguns dos grupos que mereciam muito sucesso, mas deram disband — termo que você pode entender melhor no nosso dicionário de k-pop — e deixaram saudades. 

Grandes grupos de k-pop que acabaram e fazem falta:

Relembre alguns dos nomes que já nos disseram adeus: 

Nine Muses

O k-pop as vezes é bem injusto: o Nine Muses teve sua estreia em em 2010 e, ao longo de nove anos, deram o melhor de si em diversos conceitos e lançamentos icônicos, mas nunca atingiram o estrelato e, em 2019, tiveram seu disband oficial anunciado.

Para piorar, os bastidores de sua carreira foram marcados pela sexualização dos integrantes e por grande descaso de sua empresa. 

Boyfriend

Quem também lutou firme e forte por seu reconhecimento foi o Boyfriend: o sexteto debutou com uma imagem fofa e até tiveram uma estreia bem-sucedida.

Embora tenham tentado repaginar o grupo com uma mudança de conceito, o público não parecia mais tão interessado nos meninos e o disband foi anunciado em 2019.  

4minute

O 4minute já foi um dos maiores girl groups de k-pop, mas não sobreviveu a tão temida renovação contratual. Em atividade de 2009 a 2016, o grupo foi um dos principais responsáveis pela perpetuação do conceito girl crush.

Além da famosa solista Hyuna, as outras garotas também continuam em atividade na música e na televisão.

Spectrum

O Spectrum fez uma turnê de shows pelo Brasil que durou dois meses, mas, apesar dos inúmeros esforços, os meninos não conseguiram se salvar de um iminente disband devido à falta de reconhecimento no meio musical e anunciaram o fim do grupo em 2020 😭 

Sistar

Ai que saudade das rainhas do verão! O girl group Sistar era principalmente conhecido por suas músicas refrescantes misturadas a altas doses de sensualidade.

Em atividade de 2010 a 2017, o grupo acabou quando as integrantes resolveram seguir carreiras separadas: Bora e Dasom são atrizes, enquanto Hyorin e Soyou continuaram como cantoras solo. 

B.A.P

O sexteto B.A.P debutou em 2012 e foi um dos debuts mais falados daquele ano graças às referências do hip-hop que se diferenciava no mercado do k-pop.

Infelizmente, os meninos enfrentaram diversos problemas de descaso e até contrato escravo com sua agência, a TS Entertainment, resultando em um longo processo judicial e no fim do grupo. 

Miss A

Se você gosta dos k-dramas com certeza já deve ter se deparado com a atriz Bae Suzy, mas sabia que ela começou a carreira como uma idol do k-pop?

Em atividade de 2010 a 2017, o Miss A foi um quarteto conhecido por suas performances girl power e sensualidade ímpar.  

H.O.T

Direto da primeira geração do k-pop, H.O.T foi o primeiro grande sucesso do estilo, mas só durou cinco anos: desde 1996 em atividade, o grupo teve seu disband anunciado em 2001 após um desacordo contratual.

Em protesto, centenas de fãs se manifestaram na frente da SM Entertainment. O quinteto fez um show especial de reunião em 2018.

Pristin

A gente chora só de pensar em tudo o que o Pristin poderia ter sido! Embora o grupo fosse popular, a Pledis Entertainment errou na administração e a carreira do Pristin durou apenas três anos, de 2016 a 2019, sendo que ficaram inativas na maior parte do tempo. 

X1 

Formado pelo reality show Produce X 101, a gente já sabia que o X1 seria um grupo temporário, mas os esperados cinco anos de atividade se tornaram apenas cinco meses após a descoberta de uma série de fraudes no programa.

Descubra por onde andam os membros do X1 hoje!

Wonder Girls

A gente nunca vai perdoar a JYP por esse disband! Wonder Girls é um dos grupos responsáveis por abrir as portas para os girl groups no k-pop, mas sua carreira de dez anos chegou ao fim em 2017.

Hoje em dia ainda, podemos ver membros como Sunmi e Yubin em atividades solo. 

History

History foi mais um desses grupos talentosos que passaram despercebidos pela maioria dos fãs de k-pop: apesar da discografia impecável, os meninos tiveram pouca audiência na estreia, em 2013, até o disband, em 2017. Mereciam mais!

Rainbow

As meninas do Rainbow até fizeram algum barulho em certo ponto de sua carreira, mas foram caindo no esquecimento e não conseguiram garantir a renovação de seu contrato, resultando no triste fim de um grupo talentoso que deveria ter sido mais reconhecido.

Speed 

Antes de virar o Speed, os meninos faziam parte de um dos raros grupos mistos de k-pop, o COED SCHOOL. O boy group infelizmente não fez tanto sucesso quanto merecia, mas teve uma carreira recheada por MVs cinematográficos e coreografias inovadoras. 

2NE1

O 2NE1 foi um dos maiores grupos do k-pop, fazendo sucesso internacionalmente antes mesmo do k-pop quebrar essa barreira. No entanto, o quarteto formado em 2009 teve seu fim anunciado em 2016, quando o grupo já estava enfrentando um longo hiatus.

Entretanto, não foi lá um disband tão definitivo assim: as integrantes batem o pé no chão afirmando que o 2NE1 ainda voltará em breve, e estamos contando os dias para que esse retorno lendário aconteça!

Entenda a indústria do k-pop

Deu para perceber que nem mesmo grupos extremamente populares, como o 2NE1 e o 4Minute, estão ilesos de um triste disband, né?

Infelizmente o meio musical é muito competitivo e complexo, mas você pode entender um pouco mais sobre a indústria do k-pop neste nosso outro texto. 

Industria do k-pop

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.