LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Nostalgia

Só love, só love: relembre os funks das antigas que marcaram a sua vida

Por Rhânia Marcela

29 de Maio de 2019, às 07:00


Quem nasceu nos anos 90 e 2000 teve a infância e/ou a adolescência marcada por um fenômeno que estourou no Brasil. Essa foi a época em que o funk dominava as paradas de todo o país.

Era ligar a televisão para encontrar os programas mais conhecidos divulgando a moda. Não demorava muito para assistirmos cenas como a de Claudinho e Buchecha fazendo a coreografia do momento:

Quem lembra?

Nessas fases, a música foi muito utilizada como espaço para protesto, mas não só dessa forma. O funk sempre foi, também, uma fonte de diversão. 🎉

Por isso mesmo que as músicas são tão inesquecíveis e emblemáticas! É só tocar nas festas que todo mundo levanta e vai curtir, misturando idades e lembranças na pista de dança.

Então, já que te lembramos um pouquinho dessa época, vamos terminar de entrar na onda: vem com a gente para relembrar os funks das antigas que ninguém consegue esquecer! Relembre:

  • Só Love (Claudinho e Buchecha)
  • Rap da Felicidade (Cidinho e Doca)
  • Rap do Silva (MC Bob Rum)
  • Eguinha Pocotó (MC Marcinho)
  • Um Morto Muito Louco (Jack e Chocolate)
  • O Baile Todo (Bonde do Tigrão)
  • Glamurosa (MC Marcinho)
  • e outras…

20 melhores funks das antigas

São tantos que nem conseguimos escolher só alguns. Por isso, facilitando a sua vida (olha só como pensamos muito em você 😜), vamos dividir as categorias em dois principais momentos: os funks dos anos 90 e os funks dos anos 2000.

É funk das antigas que não acaba mais! Então solta o som (e o play), DJ! 🎧

Funks dos anos 90

Tendo dois caminhos possíveis, os anos 90 foram marcados por dois ritmos predominantes: o funk romântico e o funk do protesto. É possível observar bastante essa realidade nas canções que escolhemos por aqui. Para começar, um pouco da dupla de maior sucesso entre os funks antigos:

1. Controlando o calendário sem utilizar as mãos

No funk melody (um funk mais romântico), a gente tinha os apaixonados Claudinho e Buchecha levando Só Love para a crush.

2. Ainda no fim de semana com Claudinho e Buchecha

Quero Te Encontrar é outro romance que com certeza você já cantarolou para quem tava dando aquela paquerada (bem anos 90, né não?).

3. Mais melody ainda…

MC Marcinho, arrependido, no ritmo do funk melody, cantava sua nota para a Garota Nota 100, marcando também os clássicos da época.

4. Primeiro grande sucesso

Também na mistura dos gêneros de funk e rap, novamente um outro hit de Claudinho e Buchecha, sendo o primeiro sucesso da carreira deles. Nosso Sonho começa a trajetória melody que falamos ali em cima.

5. Mais de 20 anos querendo a felicidade

O Rap da Felicidade fala de uma realidade que ainda é muito buscada. É o funk dando voz ao protesto desde os anos 90, algo que foi muito forte durante esse período.

6. E era só mais um Silva que a estrela não brilha

Mais um sucesso na linha do Rap da Felicidade, o Rap do Silva faz parte do funk dos anos 90 que também tem essa ligação com o rap e com a crítica social.

7. Paparapaparapará clack bum

Conhecida como o funk do filme Tropa de Elite, o Rap das Armas também marcou os anos 90 com suas letras críticas da realidade da comunidade.

8. Mais um rap da realidade: liberta DJ!

Claudinho e Buchecha também tiveram um rap, como os MCs anteriores. O Rap do Salgueiro fala sobre a paz dos bailes e as riquezas do país.

9. Hey, people!

Já fazendo uma transição para o funk dos anos 2000, muito mais focado nas batidas e nas letras divertidas, temos essa introdução com um inglês impecável 😜

MC Serginho e a Eguinha Pocotó fizeram muito sucesso, até pela dancinha própria.

10. Já na era das coreografias…

Inspirado no filme com o mesmo nome, a música Um Morto Muito Louco tem a melhor coreografia dos anos 90 e que até hoje é muito feita por aí.

Funks dos anos 2000

Já nos anos 2000, vamos acompanhar essa mudança nas letras e nos ritmos:

11. Academia Furacão 2000: bora malhar?

Tem que ter disposição para descer, glamurosa. Verônica Costa já deu as dicas para ter as pernas torneadas, com Desce Glamurosa.

12. O BAILE TODO!!!

É só começar a tocar que tá tudo dominado. Pula, sai do chão que é o Bonde do Tigrão com O Baile Todo!

13. Soltar pipa nunca mais foi a mesma coisa.

É o Bonde do Tigrão martela o martelão passando o Cerol na Mão. Não tem música mais clássica no fim daquela festa de formatura, hein! Inclusive, tem que fazer a coreografia direitinho.

14. Se quiser falar de amor, fale com o Marcinho.

Uma lição clássica dos relacionamentos! Glamurosa, a rainha do funk do MC Marcinho.

15. O toque dos celulares nos anos 2000

Piririn, piririn, piririn! Alguém ligou pra mim! O Bola de Fogo já fez muita gente cantar enquanto atendia o telefone ao som de Atoladinha. Nós inclusive, viu?

16. Tem que ter disposição pra dançar!

São 5 velocidades que só quem tem muita disposição consegue alcançar. Essa é a Dança do Créu.

17. Senta e dá a patinha pra ganhar ração

Valesca Popozuda na época da Gaiola das Popozudas, com Late Que Eu Tô Passando.

18. Se ela dança, eu danço!

Mais um romântico do funk melody, MC Leozinho também se declarava para a crush enquanto não parava de sonhar com ela na música Se Ela Dança Eu Danço.

19. Tirap Tchoron! Tirap Tchoron!

Essa já era pra quem desse aquele vacilo imperdoável. Perlla representou as poderosas lá em 2006, com Tremendo Vacilão.

20. 2004 foi o ano que aprendemos o que é ser boladona.

Boladona, a Tati Quebra Barraco ensinou pra gente a melhor expressão pra explicar nossos sentimentos até hoje.

Bônus: a música das melhores coreografias!

Achou que íamos esquecer? Jamais! Lista que é boa tem que ter Malha Funk e essa não seria diferente. Então, ô vira de ladinho…

Deu para relembrar de muita coisa, né? Imaginamos que esteja por aí dançando que nem estamos aqui. Por isso, que tal continuar ouvindo outros sucessos tão nostálgicos da nossa história? Clica aqui e vem curtir mais funks das antigas!

Playlist "Funk das Antigas"