LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Biografias

Tudo sobre Anitta

Por Rhânia Marcela

28 de Junho de 2019, às 07:00


Poderosa e polêmica, Anitta conquistou um espaço na música brasileira jamais alcançado. Surgindo do funk carioca, a cantora trouxe suas raízes para, literalmente, o mundo todo

Por isso, vamos te contar tudo sobre o atual nome do pop e do funk do Brasil.

Biografia

Larissa de Macedo Machado nasceu em 30 de março de 1993, no Rio de Janeiro. Filha de uma artesã e de um vendedor, Larissa tem hoje 26 anos e é considerada, além de cantora e compositora, produtora e empresária.

Anitta quando era criança
Larissa (Anitta) quando criança / Créditos: Divulgação

O nome artístico Anitta foi inspirado na minissérie Presença de Anita, da Rede Globo. Larissa se identificava com a personagem principal e, por isso, adotou o apelido.

Atualmente Anitta revelou um romance com o surfista Pedro Scooby. Antes de seu atual relacionamento, passou por uma separação.

A cantora foi casada com o empresário Thiago Magalhães. De acordo com sua biografia não autorizada, Furacão Anitta, escrita por Léo Dias, a cantora passava por um relacionamento abusivo com Thiago.

Anitta e o empresário Thiago Magalhães
Anitta e o ex-marido Thiago Magalhães / Créditos: Divulgação

Eleita pela Vogue como uma das 100 pessoas mais influentes e criativas do mundo, Anitta é definida como um case de sucesso de Marketing.

Suas campanhas e a maneira como optou para divulgar sua carreira e suas músicas possibilitaram que ela explorasse os mais diversos recursos, transformando-a em alguém capaz de alcançar patamares que nenhum outro cantor pop brasileiro conseguiu.

Inclusive, a poderosa fica muito feliz de ser conhecida como case de sucesso, afinal, é ela a responsável por toda a estratégia da sua marca.

Suas referências são: Beyoncé, Mariah Carey e Rihanna, todas símbolos do pop mundial. Delas, Mariah Carey é a que a inspira desde pequena. Anitta até diz que foi ela quem a ensinou a cantar.. Já de referências brasileiras ela cita Ivete Sangalo e Sandy.

Carreira

Anitta começou sua carreira ainda como Larissa, quando tinha 8 anos. Acompanhada de seus avós, cantava no coral de sua igreja, no Rio de Janeiro.

Quando mais velha, optou por fazer um técnico em Administração e, graças a ele, conquistou seu primeiro estágio. Larissa era estagiária em uma mineradora multinacional e, durante um tempo, trabalhou paralelamente vendendo roupas.

Enfim, precisou decidir o que iria seguir: uma carreira mais tradicional na administração ou o sonho de ser cantora. Como sabemos, ela correu atrás do que sonhava e, assim, vimos nascer a MC Anitta.

Anitta no começo da carreira
Anitta quando ainda usava o nome artístico de MC Anitta / Créditos: Divulgação

Fase MC Anitta

Esta é a primeira fase de Anitta, que começou mais ou menos em 2011. Após abandonar o estágio na mineradora, com ajuda do produtor e irmão Renan Machado, a cantora fechou contrato com a Furacão 2000.

Lançou então seu primeiro single, Eu Vou Ficar. Nesse mesmo ano ganhou o prêmio de “Revelação do Funk”.

Nessa época, Anitta revolucionou as coreografias de funk. Você sabia que foi ela quem criou o quadradinho? Inclusive, tem vários vídeos dela por aí ensinando o passo a passo.

Em junho de 2012, Kamilla Fialho começou a empresariar Anitta. Ainda sem gravadora, as duas gravaram o clipe de Meiga e Abusada. Com uma super produção, a música virou um hit e ganhou a atenção da Warner Music, que em 2013 fechou contrato com a poderosa.

Logo MC Anitta saiu de cena e deu espaço para Anitta, uma versão mais pop, mas sem perder as raízes.

Fase Anitta

Seu primeiro single desta nova era foi o responsável por lhe dar o posto de poderosa. Com o videoclipe de Show Das Poderosas, Anitta emplacou de vez e ganhou visibilidade em todo o país.

A música bombou tanto que demorou semanas para sair do top das mais vendidas no iTunes, além de possibilitar os primeiros prêmios da cantora na premiação oficial do Multishow.

Em 2014 o Brasil conhecia o que se tornou a marca registrada da funkeira. Quem nunca ouviu vocês pensaram que eu não ia rebolar minha bunda hoje, né? e lembrou dessa cena tão marcante?

Gravado no HSBC Arena, o momento veio do primeiro DVD da cantora, chamado Meu Lugar, que apresentou o sucesso Movimento da Sanfoninha.

Paralelo ao DVD, era lançado o álbum Ritmo Perfeito e dele conhecemos a primeira pitada da Anitta pop. Vários sucessos se destacaram neste álbum, como a parceria com o Projota (Cobertor), Ritmo Perfeito e Na Batida.

O boom pop (ou, melhor dizendo, o bang pop)

Em 2015 saiu o terceiro e mega esperado álbum de Anitta. Com o nome de Bang!, o álbum trouxe o single de mesmo nome e junto dele um dos clipes mais icônicos da carreira da cantora.

Com uma estética bem art pop, o clipe bateu recordes de visualizações e foi capaz de elevar a carreira da cantora a um patamar ainda mais alto.

Com ele, a cantora foi capaz de levar multidões ao Carnaval com o Bloco Das Poderosas, além de emplacar outros hits como Deixa Ele Sofrer e Essa Mina É Louca.

Em 2017, Anitta voltou a explorar o mercado com parcerias. Dessa vez para um gênero totalmente novo: o sertanejo. Com a dupla Simone e Simaria, lançou Loka, que se tornou um dos hits mais tocados do ano.

Além dessa parceria, também tivemos Você Partiu Meu Coração, com Nego do Borel. A música também contou com a participação de Wesley Safadão e foi um super hit do carnaval de 2017.

Em maio, Anitta lançou o que seria seu primeiro flerte internacional, fazendo com que a brincadeira com seu nome começasse: agora Anitta também era chamada de Anira pelos gringos (e pelos fãs :p).

Fase Anira

Seu primeiro sucesso com proporções internacionais foi uma parceria com Iggy Azalea, chamado Switch. Com direito a apresentações em programas americanos, foi este o primeiro momento que o mundo conheceu Anitta.

Em paralelo, a cantora lançava Paradinha, single em espanhol, mirando o mercado latino.

Neste mesmo ano, em parceria com Major Lazer e Pabllo Vittar, lançou mais um super hit de visibilidade mundial: Sua Cara. Inclusive, a gravação gerou muita polêmica por ter causado desavenças entre Anitta e Pabllo e, até hoje, não sabemos realmente o que rolou.

CheckMate e a cartada estratégica

Em setembro, a cantora anunciou seu novo projeto, chamado CheckMate. Ela lançou  um single por mês até o fim de 2017,  explorarando diferentes gêneros.

Com patrocínio de marcas como C&A, Anitta lançou Will I See You, Is That For Me, Downtown e o aclamado Vai Malandra. Sendo todos os anteriores canções em inglês e espanhol, Vai Malandra exaltou a cultura brasileira e as raízes da cantora.

No o clipe de Vai Malandra, a cantora alimentou um posicionamento que vem construindo há anos. Com um discurso forte e capaz de quebrar com o preconceito de “sensualidade não combina com inteligência”, Anitta se define como feminista e apresenta forte defesa em prol da naturalidade do corpo feminino.

Com celulites aparecendo ao início do clipe, trouxe sua fala para o visual e ganhou atenção e admiração de muitos com essa ação.

Solo

O EP lançado em 2018 trouxe clipes e canções em português, inglês e espanhol. Com esses lançamentos, Anitta se envolveu em mais uma polêmica: no clipe de Não Perco Meu Tempo, a cantora beija diferentes pessoas.

Como já esteve envolvida em críticas sobre a falta de posicionamento em prol da comunidade LGBTQ+, um de seus principais públicos, o clipe acabou sendo um novo movimento crítico.

Com toda essa movimentação, Anitta revelou ser bissexual e alertou que não se aproveita das causas pelo dinheiro (prática chamada de pink money).

Último lançamento: Kisses

O último álbum lançado por Anitta apresentou novamente sua versatilidade, indo desde a MPB até ao funk. Com parcerias como Ludmilla, Snoop Dogg e Caetano Veloso, a cantora explora diferentes idiomas, pautas e gêneros.

Além disso, ela também explorou a ideia de álbum visual, lançando clipes para todas as músicas. Todas superproduções de alto nível!

Não podemos negar: a mulher é um furacão de sucesso. Dona de hits e mais hits, só surpreende e, com orgulho podemos dizer, chegou longe – e vai chegar ainda mais!

Conquistas e sucessos além da música

Anitta é tão versátil que conquistou espaços e atividades muito diferentes. Em 2016 teve um papel essencial na abertura dos Jogos Olímpicos, que aconteciam no Brasil. Ela cantou ao lado de Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Caetano Veloso, Anitta e Gilberto Gil na abertura dos Jogos Olímpicos de 2016
Caetano Veloso, Anitta e Gilberto Gil se apresentando na abertura dos Jogos Olímpicos de 2016 / Créditos: Divulgação

Além disso, Anitta também foi apresentadora do Música Boa Ao Vivo, programa do Multishow. Dessa oportunidade, também teve um programa próprio no canal, chamado Anitta entrou no grupo.

Por fim, não podemos esquecer: Anitta tem um documentário bem vida real na Netflix. O Vai Anitta mostra um momento bem específico de sua carreira pelos bastidores, dando aos fãs aquela pitada de realidade.

Mudanças físicas

Outro fator que gera bastante assunto e polêmicas são as mudanças físicas da cantora. Desde o início da carreira, Anitta passou por cirurgias de redução de seios, rinoplastia, lipoaspiração e aumento das maçãs do rosto.

Além disso, também existem as intervenções estéticas, que não chegam a ser cirurgias, como preenchimento de lábios.

Anitta antes e depois da cirurgia plástica
Anitta antes e depois da cirurgia e dos procedimentos estéticos / Créditos: Divulgação

A cantora já deixou claro: é muito transparente sobre o assunto e realmente mudou coisas que a incomodavam. Certíssima, né? Quem pode, pode!

O que realmente importa é que a cantora é uma diva que inovou e renovou o mercado brasileiro, abrindo espaço para que novas vozes ganhassem força no cenário musical do país.

Inclusive, para ficar ainda mais por dentro, que tal ouvir toda a trajetória que te contamos aqui através de músicas? Confira A evolução de Anitta

Playlist A evolução musical de Anitta