Listas musicais

Confira as melhores músicas de Nina Simone, ícone do jazz

Por Renata Arruda

31 de Julho de 2021, às 12:00


Ícone da música, Nina Simone foi uma cantora, pianista e compositora que se engajou firmemente no ativismo pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos. Embora seja mais famosa no cenário do jazz, as melhores músicas de Nina Simone também passam por vários outros estilos.

Nina Simone
Créditos: Divulgação

Com uma vida turbulenta, a cantora descobriu tardiamente que sofria de transtorno bipolar, o que lhe trouxe vários contratempos. Ela esteve duas vezes no Brasil e chegou a gravar com Maria Bethânia. 

Para relembrar sua carreira, preparamos esta lista com as melhores músicas de Nina Simone. Confira:

As melhores músicas de Nina Simone

De canções de amor a músicas de protesto, Nina Simone tem um repertório amplo de excelentes canções. Aumenta o som para curtir esses sucessos com a gente:

Feeling Good

Uma das mais conhecidas canções gravadas por Nina Simone, Feeling Good alcançou o topo das paradas nos Estados Unidos e no Reino Unido quando foi lançada.

A música já faz parte do imaginário popular e foi regravada por inúmeros artistas.

I Put a Spell on You

Composta por Screamin’ Jay Hawkins, I Put a Spell on You é outro grande hit de Nina Simone.

Em sua autobiografia, a artista fala sobre o poder desta canção: Era como se eu estivesse hipnotizando o público. Foi com ela que ganhei reputação como cantora ao vivo.

Ain’t Got No / I Got Life

Ain’t Got No / I Got Life na verdade são duas canções que foram unidas em uma só. Composta para o musical Hair, a música é alegre e captura o espírito hippie do final dos anos 60.

A letra fala sobre os valores utópicos de uma terra prometida.

I Wish I Knew How It Would Feel To Be Free

I Wish I Knew How It Would Feel to Be Free é um jazz composto em 1963 por Billy Taylor e Dick Dallas. A música foi regravada por Nina Simone em 1967, no álbum Silk & Soul, e se tornou um hino do Movimento Pelos Direitos Civis nos Estados Unidos.

Sinnerman

Presente no álbum Pastel Blues, Sinnerman é mais uma canção amplamente conhecida de Nina Simone.

A letra fala sobre o apocalipse e a impossibilidade de fugir da ira de Deus e, segundo a artista, ela aprendeu a música com a sua mãe, que costumava cantá-la.

Don’t Let Me Be Misunderstood

Lançada em 1964, no álbum Broadway-Blues-Ballads, Don’t Let Me Be Misunderstood foi escrita especialmente para Nina.

Para algumas pessoas, a música traria um tom mais pessoal sobre os problemas da cantora, enquanto outras pensam ser uma canção política.

You’ve Got To Learn

Famosa pelos inesquecíveis versos Você tem de aprender a sair da mesa quando o amor já não está sendo servido, You’ve Got To Learn é uma dolorosa música sobre aprender a conviver com a dor. Foi lançada no álbum I Put a Spell on You.

Baltimore

Baltimore está presente no álbum de estúdio de mesmo nome. Lançada em 1978, a música fala sobre as dificuldades sofridas pela pobreza e a decisão de deixar a cidade.

Como a própria Nina Simone havia deixado o país, ela se identificava com a letra.

Mississippi Goddam

Escrita pela própria Nina Simone, Mississippi Goddam é um protesto contra o assassinato do ativista Medgar Evers e de quatro crianças no Alabama.

É a primeira manifestação política pública da cantora como ativista pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.

Just In Time

Just In Time é uma canção popular nos Estados Unidos, tendo sido regravada por muita gente, incluindo Nina Simone.

Composta em 1956 para o musical Bells Are Ringing, a versão de Nina ficou conhecida após aparecer na trilha do filme Antes do Pôr-do-Sol.

My Baby Just Cares For Me

My Baby Just Cares For Me é um clássico do jazz. Composta para a trilha do filme Whoopee!, de 1930, a música foi regravada por Nina Simone em 1957, mas só alcançou as paradas nos anos 80, após ser usada em um comercial de TV.

To Be Young, Gifted and Black

To Be Young, Gifted and Black é mais uma das famosas canções de protesto de Nina Simone.

Foi escrita pela cantora para a trilha do musical de mesmo nome, produzido em homenagem à dramaturga Lorraine Hansberry, sua amiga falecida precocemente.

Four Women

Composta por Nina Simone, Four Women fala sobre o legado da escravidão e do racismo nos EUA, do ponto de vista de quatro mulheres.

A música chama a atenção para a situação da mulher negra, e chegou a ser banida das rádios por ser considerada “incendiária”.

I Loves You, Porgy

I Loves You, Porgy é uma canção escrita por George Gershwin para o musical Porgy and Bess.

A versão de Nina Simone está presente em seu primeiro álbum e foi um grande sucesso nos Estados Unidos, estabelecendo o nome da cantora no cenário musical.

Why? (The King Of Love Is Dead)

Gravada ao vivo, Why? (The King Of Love Is Dead) é uma canção de 13 minutos, apresentada três dias após o asssassinato de Martin Luther King.

A música é um lamento de luto por King e também por todos os ativistas negros mortos naquela época.

Documentários sobre música

Agora que você ouviu as melhores músicas de Nina Simone, que tal saber mais sobre ela?

O filme What Happened, Miss Simone? é uma das nossas indicações de 12 documentários sobre música para você conhecer e assistir. Não deixe de conferir!

Leia também: