LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Indicações

15 artistas LGBTQ+ para ouvir com orgulho 

Por Dora Guerra

23 de Junho de 2020, às 19:00


A comunidade LGBTQ+ sempre foi parte essencial da história da música. A diferença é que, hoje, alguns artistas podem se assumir e cantar sobre suas vidas amorosas com menos desconforto que há alguns anos. 

Se hoje ainda é difícil para os artistas LGBTQ+, até recentemente era impensável se assumir e manter a carreira.

Por isso, é essencial exaltá-los, né? Para o mês do orgulho LGBTQ+ (e pro resto do ano!), listamos algumas das personalidades da música que fizeram a diferença para a causa com posicionamentos, letras e frases marcantes para a comunidade.

A lista vai de Pabllo Vittar a Elton John, vem ver!

15 artistas LGBTQ+ que fazem a diferença

Hoje, muitos artistas já começam sua carreira falando abertamente sobre seus gêneros e sexualidades (ainda bem!). Para muitos, porém, esse processo foi mais complicado.

Dá uma olhada nos 15 artistas nacionais e internacionais que selecionamos:

Ricky Martin

Ricky Martin explodiu com Livin’ La Vida Loca e trouxe o sucesso do latin pop, abrindo portas para artistas como Shakira e Jennifer Lopez. 

Ricky Martin
Créditos: Divulgação

Mas ele passava dificuldades na indústria sendo latino e, na época, não se sentia confortável para se assumir. Segundo ele: Eu já senti que era difícil ser um latino em Hollywood, o que poderia ter sido mais difícil do que ser latino e gay?

Ricky se assumiu em 2010 e continua sendo amado (com músicas que todo mundo adora!). E segue lançando hits: sua música Vente Pa’ Ca, com Maluma, já passou de 1 bilhão de visualizações no YouTube. 

Elton John 

Não há dúvidas: Elton John é um nome gigante na música internacional. O pianista, cantor e compositor tem músicas icônicas como Your Song e Rocket Man, além de já ter vendido mais de 300 milhões de discos. 

elthon john e david furnish
Elton John e o marido, David Furnish / Créditos: Divulgação.

Depois de décadas de carreira, o mundo foi ficando mais aberto e ele foi se tornando uma figurinha carimbada do Orgulho LGBTQ+ na música. 

Hoje, ele esbanja seu casamento com David Furnish e seus lindos filhinhos. Por isso, não dá pra ficar sem Elton John na lista: ele é um dos essenciais.

Pra relembrar a carreira do cantor, confira as 12 melhores músicas do cantor Elton John 

Lulu Santos

Quem nunca cantarolou como uma onda no mar…, né? 😂

Lulu Santos e Clebson Teixeira
Lulu Santos e Clebson Teixeira / Créditos: Divulgação

Lulu Santos é um ícone da música brasileira e, recentemente, se assumiu bissexual. Dono de grandes hits e conhecido também por ser técnico do The Voice Brasil, Lulu tem vários álbuns de estúdio gravados e sempre teve músicas icônicas para a comunidade LGBTQ+ mesmo antes de se assumir parte dela.

Afinal, consideramos justa Toda Forma de Amor!

Lulu Santos: as 7 melhores músicas do grande nome dos anos 80

Linn da Quebrada 

A incrível Linn da Quebrada vem ficando mais conhecida principalmente pelo seu trabalho como atriz na série da Globo, Segunda Chamada

Linn da Quebrada
Créditos: Divulgação

Mas seu trabalho na música é bastante icônico; é uma das artistas mais relevantes no cenário LGBTQ+ atual, sempre sarcástica e debochada.

Entre funk, rap e pop, Linn da Quebrada não deixa de cantar em nome da comunidade, especialmente transgênera. 

Vem ver o lindo clipe de Oração, com a participação de outras artistas trans como Liniker e Urias:

Quebrada Queer

Primeiro grupo de rap gay do Brasil? Isso mesmo! A Quebrada Queer é formada por 6 jovens da periferia de São Paulo, que já tinham experiência na música e resolveram se juntar. 

Quebrada Queer
Créditos: Divulgação

O resultado é uma representação mega importante: afinal, o rap ainda é um universo bastante hétero e machista. E eles não têm medo de falar: Vai ter bicha no rap sim!

Vem curtir o som em Pra Quem Duvidou:

Liniker 

Quem ainda não conhece a Liniker tá perdendo, viu? Ela tem uma voz que não dá pra confundir (é maravilhosa!), que usa em canções incríveis do soul/black music

Liniker
Créditos: Divulgação

Ela surgiu explorando a androginia, com visuais que misturavam o feminino e o masculino e, hoje, se identifica como mulher trans. Mas se sua imagem mudou nos últimos anos, uma coisa permanece: ela segue uma artista incomparável.

Vem curtir a voz da Liniker na linda Zero:

Daniela Mercury 

O que é o axé brasileiro sem Daniela Mercury? A cantora luso-brasileira já vendeu mais de 20 milhões de discos mundo afora, é licenciada em dança e conta com um vozeirão característico

Daniela Mercury e Malu
Malu Versçosa e Daniela Mercury / Créditos: Divulgação

Sempre alegre e com a alma do Carnaval, não foi com menos leveza que se definiu como uma pessoa de sexualidade múltipla e faz sua parte em nome da comunidade LGBTQ+.

Hoje, ela é felicíssima em seu casamento com Malu Verçosa e já lançou até livro sobre a história de amor das duas! 😍

Vem se contagiar pela energia de Daniela Mercury em Maimbê Dandá:

Rico Dalasam

O rapper Rico Dalasam tornou sua homossexualidade o tema principal das suas músicas como forma de se expressar sem medo. 

Rico Dalassam
Créditos: Divulgação

Ele transita entre pop, hip hop e trap, além de ter ficado conhecido por sua parceria com a Pabllo Vittar em Todo Dia. A gente recomenda seu disco de estreia, chamado Orgunga (orgulho, negro e gay) e outras músicas ótimas, como Fogo Em Mim:

Johnny Hooker

O cantor, compositor e ator Johnny Hooker já teve algumas músicas que foram trilha de novela, além de um primeiro disco aclamadíssimo. 

Johnny Hooker
Créditos: Divulgação

Desde o início de sua carreira, sempre compôs sobre amar homens. Ele se inspira em Caetano, Madonna e Bowie para fazer um misto de pop, rock e brega: ídolos bem escolhidos, não?

É ele quem canta Flutua com a Liniker, um hino LGBTQ lindíssimo:

Ney Matogrosso

Desde que apareceu com o Secos e Molhados, Ney Matogrosso nunca teve medo de se posicionar em nome do que acredita e fazer uma arte política

Ney Matogrosso
Créditos: Divulgação

Afinal, uma de suas músicas mais famosas é simplesmente Homem Com H, que não foi Ney quem compôs, mas foi quem mudou o significado da música, ironizando a sociedade machista antes de começar a desconstruí-la

Ney sempre experimentou com visuais malucos e uma performance muito dele: dançava de saia, cantando porque eu sou é homem

Adriana Calcanhotto

Adriana Calcanhotto não é só cantora: é compositora, produtora, arranjadora, ilustradora e professora na Universidade de Coimbra. 

Adriana Calcanhotto
Créditos: Divulgação

Na música, ficou famosa por sua voz suave e letras bem-humoradas e muitíssimo bem escritas. Adriana sempre foi discreta quanto à vida pessoal, mas viveu um belo casamento por 26 anos, com quem ela dizia ser o amor de sua vida: Suzana de Moraes, filha de Vinicius de Moraes, que faleceu em 2015.

Pra curtir as canções de Adriana Calcanhotto, você pode começar pela linda Esquadros:

As 14 melhores músicas de Adriana Calcanhotto 

Pabllo Vittar

Como fazer essa lista sem citar a incrível Vittar? A Pabllo é uma artista que fez história e chegou em lugares que nenhuma drag queen tinha alcançado na música brasileira.

Pabllo Vittar
Créditos: Divulgação

Sempre com looks maravilhosos, ela não tem exatamente um estilo musical: seu pop transita por brega, funk e estilos eletrônicos com muita fluidez. Sua marca registrada é aquele vozeirão e a diversão em seus shows é garantida. 

Vale destacar o forte clipe de Indestrutível, uma das poucas baladas tristes da Pabllo, sobre como os jovens LGBTQ+ sofrem no Brasil:

Gloria Groove

A talentosíssima Gloria Groove é uma drag queen que estourou pouco tempo depois da Pabllo Vittar. 

Gloria Groove
Créditos: Divulgação

O jovem Daniel canta desde pequeno e fez carreira na dublagem. Mas como Gloria Groove, é uma artista inesquecível.

Seu estilo musical marcante varia entre soul, trap e funk carioca; com tanto talento e sucesso, ela já se tornou ídolo LGBTQ+, claro.

Vem curtir Coisa Boa, um dos hits de Gloria Groove:

Troye Sivan

Troye começou como um pequeno ator talentoso e passou a se dedicar à música em 2014, tendo bastante sucesso com seu pop tranquilinho. 

Troye Sivan
Créditos: Divulgação

Ele se assumiu gay em 2013, canta abertamente sobre seus relacionamentos e também se envolve com ativismo pelas causas LGBTQ+.

Se você ainda não adora o fofíssimo Troye, pode começar curtindo Dance To This, seu hit com Ariana Grande, ou Bloom (faixa título do seu disco de 2018):

Ludmilla

Tudo que Ludmilla lança é hit: apesar de começar a carreira como funkeira, até seu mais novo EP de pagode virou sucesso. 

Ludmilla, cantora de funk
Créditos: Divulgação

Depois de famosa, seu namoro (agora casamento!) com sua dançarina, Bruna, foi assumido em 2019 e hoje as duas esbanjam orgulho, inclusive em capas de revista.

Lud passou até a lançar músicas que falam de amor entre mulheres, como em Cheiro Bom do Seu Cabelo e Te Amar Demais.

Dá uma olhada no casal em Verdinha:

Ouça mais artistas LGBTQ+

No caso de todos os artistas LGBTQ+ incríveis que citamos, não falta orgulho em suas carreiras. São todos felizes com seus próprios corpos e sexualidades e ostentam a bandeira sem medo, abrindo portas para outros artistas que ainda virão.

Já que voz é importante, nada melhor que ouvir vários desses artistas maravilhosos, né? Se você faz parte da comunidade ou é um apoiador da causa, vem conferir a playlist Orgulho LGBTQ+ que fizemos com carinho pra cantar, dançar e curtir a diversidade!

Orgulho LGBTQ+