Analisando letras

Conheça o significado de Another One Bites The Dust, do Queen

Por Érika Freire

9 de Abril de 2021, às 19:00


Somente uma banda excêntrica e cheia de personalidade como o Queen poderia ter criado Another One Bites the Dust

A canção, um funk rock poderoso com batidas envolventes, traz no título uma expressão no mínimo curiosa: mais um come poeira.

Pode até parecer confuso, mas a verdade é que se tornou um dos maiores sucessos da banda e faz parte do álbum The Game, lançado em 1980. 

Queen
Créditos: Divulgação

Embora tenha entrado para a história como uma das músicas mais aclamadas do Queen, os integrantes não botavam muita fé nela. Mas, depois de uma ajudinha de um grande pop star, Another One Bites the Dust foi lançada e se tornou o single mais vendido da banda, com 7 milhões de cópias.

Bora lá conhecer um pouco mais sobre o significado de Another One Bites the Dust? 

Another One Bites The Dust: significado

Composta pelo baixista John Deacon, Another One Bites the Dust descreve um cara caminhando pela rua vestido de um jeito bastante excêntrico e misterioso. Um chapéu cobre uma parte do seu rosto e ele está armado. 

John Deacon chegou a dizer que havia escrito alguns versos e decidiu não mostrar pra ninguém porque sentia vergonha. Cada estrofe tinha uma historinha e alguém sempre morria no final

A parte instrumental e as batidas geniais do baixo de John Deacon não combinavam muito com a letra. Foi então que ele decidiu fazer algumas mudanças e inseriu versos com um tom mais engraçado e leve. 

Não sabemos se o efeito fez uma diferença muito grande, porque a letra em si dá a ideia de um cenário meio faroeste e o personagem que caminha soa como um cowboy, fora que a sonoridade dançante não faz a gente imaginar morte.

A princípio, os integrantes não consideravam a música boa o suficiente para ser lançada como single. Contudo, o grande rei do pop, Michael Jackson disse que eles seriam malucos caso não lançassem a música.

Após a sugestão de Michael, o Queen fez o lançamento do single em 1980 e acabou se tornando o maior sucesso em vendas da história do Queen.

O êxito foi tão grande que praticamente em todos os shows Another One Bites The Dust precisava estar no setlist, causando sempre muita comoção no público. 

Mas alguém morreu? 

Em algumas traduções, o título da música aparece como mais um bate as botas, que daria a entender que alguém morreu. E em outras aparece como mais um come poeira, que podemos interpretar como alguém foi deixado pra trás. 

No final da segunda estrofe, a letra fala que balas dispararam, o que reforça que pode ser sim um acerto de contas, um conflito:

Out of the doorway the bullets rip (Do outro lado da porta as balas disparam)
To the sound of the beat, yeah (Para o som da batida, sim)

Há quem diga que a letra tenha sido inspirada no Massacre de São Valentim, ocorrido em 1929 em Chicago por conta de uma briga entre duas gangues da cidade, resultando na morte de sete pessoas. 

Another One Bites The Dust permite significados diferentes, principalmente porque há versos que causam o efeito contrário a uma disputa e se assemelham mais com o discurso de alguém que foi abandonado, veja:

How do you think I’m going to get along (Como você pensa que eu vou lidar com isso)
Without you when you’re gone (Sem você, quando você partiu)
You took me for everything that I had (Você levou tudo que eu tinha)
And kicked me out on my own (E tirou minha força de vontade)
Are you happy, are you satisfied? (Você está feliz, está satisfeita?)
How long can you stand the heat? (Por quanto tempo você consegue manter a chama acessa?)

A partir desses trechos, a música pode ser interpretada sobre o ponto de vista de um homem que está se reerguendo após ter sido machucado, traído e jogado no chão.

Agora ele está se sustentando com seus próprios pés. Ele até pode ser atacado por todos os lados, podem passá-lo pra trás, mas ele se sente pronto, está confiante. 

Depois de tanto tomar porrada, aprendeu, se tornou independente e pode se virar na vida sem precisar de ninguém. 

Processo criativo de Another One Bites the Dust

A ideia de John Deacon era criar uma música mais leve que pudesse combinar com os versos que ele já tinha escrito. O baixista escondeu Another One Bites the Dust dos demais integrantes da banda por um tempo. 

Ele só se deu conta que a parte instrumental tinha ficado com um peso depois que finalizou e, por isso, acabou reescrevendo os versos.

John Deacon
Créditos: Divulgação

Durante uma entrevista para o programa de rádio Classic Rock Nights, Deacon disse que a expressão bite the dust costumava ser utilizada por cowboys para se referir à morte de alguém. 

Mesmo com a mudança repentina nos versos para combinar com a parte instrumental, no final John ficou contente com o resultado e os fãs muito mais, já que Another One Bites the Dust se tornou um clássico do Queen.

Em 1980, Another One Bites the Dust foi a 28ª música mais tocada nas rádios do Brasil. 

Música utilizada em treinamento médico 

Uma curiosidade sobre Another One Bites the Dust é que o sucesso do Queen já foi utilizado durante treinamentos médicos para casos de compressão do peito. É que tanto ela como Stayin’ Alive, do Bee Gees, chegam próximo a 104 batidas por minuto.

Para a British Heart Foundation, o número ideal de compressões peitorais recomendado é de 100 a 120 na hora de reanimar um paciente.

Curiosidades sobre o Queen que você precisa saber

Você sabia que Freddie Mercury usou os símbolos dos signos de cada integrante da banda para criar o brasão do Queen? 

Essas e outras histórias você vai descobrir no post sobre as principais curiosidades sobre a banda Queen

Curiosidades da banda Queen

Tem mais Queen pra você: 

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.