Saparada

Biltre

Tô na bad, tô, tô na lama
Boladão, explanadão até o pescoço
Tô na bad, tô, tô na lama
Boladão, explanadão até o pescoço

Saparada, moleque
Foi isso que deixou neguinho bolado contigo
Tá ligado?
Quando o bagulho ficou doido
Tu deixou geral na pista
Deu mole, não deu guarita pros irmão
Sasparada que quebra, aí
Qual vai ser do papo torto
Que tu deu, tipo garoto
Explanando o bonde todo
Aí, parceiro, mandou mal pra caralho

Qualé, meu braço
Tá me tirando pra dois papo
Mal cheguei, já fui levando esculacho
Cheio de caôzinho dizendo
Neguinho é isso, neguinho é aquilo
Relaxa aí, bradoque
Tamo junto, tudo nosso, tranquilão
Fala que é nóis

Tô na bad, tô, tô na lama
Boladão, explanadão até o pescoço
Tô na bad, tô, tô na lama
Boladão, explanadão até o pescoço

Saparada, moleque
Foi isso que deixou neguinho bolado contigo
Tá ligado?
Quando o bagulho ficou doido
Tu deixou geral na pista
Deu mole, não deu guarita pros irmão
Sasparada que quebra, aí
Qual vai ser do papo torto
Que tu deu, tipo garoto
Explanando o bonde todo
Aí, parceiro, mandou mal pra caralho

Qualé, meu braço
Tá me tirando pra dois papo
Mal cheguei, já fui levando esculacho
Cheio de caôzinho dizendo
Neguinho é isso, neguinho é aquilo
Relaxa aí, bradoque
Tamo junto, tudo nosso, tranquilão
Fala que é nóis

Aí, quem reclama só nada na lama

Tô na bad, tô, tô na lama
Boladão, explanadão até o pescoço
(Até o talo!)
Tô na bad, tô, tô na lama
Boladão, explanadão até o pescoço


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Biltre

Ver todas as músicas de Biltre