Deitou No Escuro

Bárbara Eugênia

Deitou no escuro, abriu seu passado
Chorou, sorriu, voltou a chorar
Lembrou, lembrou
Do dia em que sentiu na alma a vibração do amor

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Bárbara Eugênia

Ver todas as músicas de Bárbara Eugênia