Caraluna

Bacilos

Original Tradução Original e tradução
Caraluna

¿Quién dice que no duelen
Las huellas en la arena?
Tu huella el mar se la llevó
Pero la Luna sigue ahí
Pero esa Luna es mi condena
Despacio en la mañana
A gritos por la noche
Las voces vivas del recuerdo se disfrazan de intuición
Y en una voz tu voz se esconde
Y en una voz tu voz se esconde

Y yo sé que tal vez
Tú nunca escuches mi canción, yo sé
Y yo sé que tal vez
Te siga usando así
Robándote en mi inspiración

Mientras siga viendo tu cara en la cara de la Luna
Mientras siga escuchando tu voz entre las olas entre la espuma
Mientras tenga que cambiar la radio de estación
Porque cada canción me hablé de ti, de ti, de ti
Me hablé de ti

La vida se me esconde
Detrás de una promesa sin cumplir
De donde nace alguna inspiración
De donde nace otra canción
Y ya no sé bien quién se esconde
Yo ya no sé lo que se esconde

Y yo sé que tal vez
Tú nunca escuches mi canción, yo sé
Y yo sé que tal vez
Te siga usando a ti
Robándote en mi inspiración

Mientras siga viendo tu cara en la cara de la Luna
Mientras siga escuchando tu voz entre las olas, entre la espuma
Mientras tenga que cambiar la radio de estación
Porque cada canción me hablé de ti, de ti, de ti

Ay mientras siga viendo tu cara en la cara de la Luna
Mientras siga escuchando tu voz entre las olas y entre la espuma
Mientras tenga que cambiar la radio de estación
Porque cada canción me hablé de ti, de ti, de ti

Yo seguiré buscando o seguiré escapando
Tal vez de ti, tal vez de mí
Yo seguiré buscándole una explicación, ¿a esta canción?
También

Mientras siga viendo tu cara en la cara de la Luna
Mientras siga escuchando tu voz entre las olas entre la espuma
Mientras tenga que cambiar la radio de estación
Porque cada canción me hablé de ti, de ti, de ti

Ay mientras siga viendo tu cara en la cara de la Luna
Mientras siga escuchando tu voz entre las olas y entre la espuma
Mientras tenga que cambiar la radio de estación
Porque cada canción me hablé de ti, de ti, de ti

Me hablé de ti (aquí, aquí)
Me hablé ti
De ti (Tortura que estoy lidiando por ti)
Me hablé de ti ay ay ay ya ya

Caraluna

Quem disse que não doem
As pegadas na areia?
Suas pegadas o mar levou
Mas a Lua ainda segue ai
Mas essa Lua é a minha condenação
Lentamente, na manhã
Cego pela noite
As vozes vivas da memória se disfarçam de intuição
E em uma voz tua voz se esconde
E em uma voz tua voz se esconde

E eu sei que talvez
Você nunca escute a minha canção, eu sei
E eu sei que talvez
Eu te siga usando assim
Te roubando para a minha inspiração

Embora sigo vendo seu rosto, no rosto da Lua
Embora sigo escutando tua voz na espuma das ondas
Embora tenha de mudar a estação de rádio
Porque cada música me fala de você, de você, de você
Me fala de você

A vida se esconde de mim
Atrás de uma promessa por cumprir
De onde nasce alguma inspiração
De onde nasce outra canção
E eu já não sei bem quem se esconde
Eu já não sei o que se esconde

E eu sei que talvez
Você nunca escute a minha canção, eu sei
E eu sei que talvez
Eu te siga usando assim
Te roubando para a minha inspiração

Embora sigo vendo seu rosto, no rosto da Lua
Embora sigo escutando tua voz na espuma das ondas
Embora tenha de mudar a estação de rádio
Porque cada música me fala de você, de você, de você

Ah, embora sigo vendo seu rosto, no rosto da Lua
Embora sigo escutando tua voz na espuma das ondas
Embora tenha de mudar a estação de rádio
Porque cada música me fala de você, de você, de você

Eu segurei buscando, ou seguirei escapando
Talvez de você, talvez de mim
Eu seguirei buscando a você uma explicação a essa canção?
Também

Embora sigo vendo seu rosto, no rosto da Lua
Embora sigo escutando tua voz na espuma das ondas
Embora tenha de mudar a estação de rádio
Porque cada música me fala de você, de você, de você

Ah, embora sigo vendo seu rosto, no rosto da Lua
Embora sigo escutando tua voz na espuma das ondas
Embora tenha de mudar a estação de rádio
Porque cada música me fala de você, de você, de você

Me fala de você (aqui, aqui)
Me fala de você
De você (tortura que estou aturando por você)
Me fala de você, ai, ai, ai

Composição: Jorge Villamizar
Legendado por João e Inti. Revisões por 12 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Bacilos

Ver todas as músicas de Bacilos