Corpo em Chamas

Ave Sangria

Quando eu botar fogo na roupa
Você vai se arrepender
Do que me fez
Você vai ver meu corpo em chamas
Pelas ruas... Oh, yeah

E o povo todo horrorizado
Iluminado pelo meu fulgor mortal
Eu vou dançar
Girando o corpo incendiado
Até cair no chão... oh, yeah

Iê iê ê ê ê

O grito agudo das sirenes
Dos bombeiros
Alertando a multidão
Alguém falando que era um louco
No céu negro, a lua cheia a brilhar

Segure a mão de uma criança
A mão gelada
E a mãe gritando: "Não e não!"
E eu tão feliz
Girando colorido
Sob as chamas do luar, oh yeah

Iê iê ê ê ê

Quando eu gritar não se arrepie
Lembre apenas
Das contrárias que me fez
Saia correndo e mergulhe
Assim vestida
Lá no mar... oh, yeah

Mas não vai ter mar que me salve
Da alegria deste salto
Em fogo e luz
Olhe pra mim
Essa é a peça de teatro
Mais bonita que eu já fiz, oh yeah

Iê iê ê ê ê

Depois a noite há de descer gelada
Sobre os corações
De quem souber
E alguém dirá que foi
O primeiro a ver... oh, yeah

A presença selvagem
De um clarão vermelho
Rodopiando pelo chão
Esse sou eu
Dorido, dolorido
Colorido e sem razão
Ou não...

Composição: Marco Polo
Enviada por Caio. Revisão por Mari.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Ave Sangria

Ver todas as músicas de Ave Sangria