Lucky

AURORA

Original Tradução Original e tradução
Lucky

When, when I am down
I lay my hands upon this ground
For the thousandth time
I call him in, his earth is mine

Before I make the offering
Remember all the faces that I've seen
Now all the marks have settled on my skin
From all the different places that I've been
That I've been

And I feel the light for the very first time
Not anybody knows that I am lucky to be alive
And I feel the light for the very first time
Not anybody knows that I am lucky to be alive

War inside my mind
Behind my eyes, is coming down
For the thousandth time
I feel too numb to even mind

Before I make the offering
Remember all the faces that I've seen
Now all the marks have settled on my skin
From all the different places that I've been
That I've been

And I feel the light for the very first time
Not anybody knows that I am lucky to be alive
And I feel the light for the very first time
Not anybody knows that I am lucky to be alive

I, I don't know where I am, or where I'll go
Where to even begin, when I know
What lies behind makes no sense in my mind
But I know that it's time to let go, oh

And I feel the light for the very first time
Not anybody knows that I am lucky to be alive
And I feel the light for the very first time
Not anybody knows that I am lucky to be alive

I'm lucky to be alive
I'm lucky to be alive

Sortuda

Quando, quando estou para baixo
Eu coloco minhas mãos sobre o chão
Pela milésima vez
Eu mando-o entrar, sua terra é minha

Antes de fazer a oferenda
Lembro de todos os rostos que eu já vi
Agora todas as marcas se instalaram na minha pele
De todos os diferentes lugares que eu já estive
Que eu estive

E eu sinto a luz pela primeira vez
Nem ninguém sabe que tenho sorte por estar viva
E eu sinto a luz pela primeira vez
Nem ninguém sabe que tenho sorte por estar viva

Guerra dentro da minha mente
Por trás dos meus olhos, está vindo
E pela milésima vez
Me sinto dormente demais para sequer tentar

Antes de fazer a oferenda
Lembro de todos os rostos que eu já vi
Agora todas as marcas se instalaram na minha pele
De todos os diferentes lugares que eu já estive
Que eu estive

E eu sinto a luz pela primeira vez
Nem ninguém sabe que tenho sorte por estar viva
E eu sinto a luz pela primeira vez
Nem ninguém sabe que tenho sorte por estar viva

Eu, eu não sei onde estou, ou para onde eu vou
Ou mesmo por onde começar, quando eu sei que
O que está por trás não faz sentido em minha mente
Mas eu sei que é hora de deixar ir, oh

E eu sinto a luz pela primeira vez
Nem ninguém sabe que tenho sorte por estar viva
E eu sinto a luz pela primeira vez
Nem ninguém sabe que tenho sorte por estar viva

Eu tenho sorte de estar viva
Eu tenho sorte de estar viva

Composição: Odd Martin / Aurora Aksnes
Enviada por Diogo e traduzida por Ian. Legendado por Mariana e mais 3 pessoas. Revisões por 8 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de AURORA

Ver todas as músicas de AURORA