The Space Between

AURI

Original Tradução Original e tradução
The Space Between

In your scripted play
On the stage you call home
There's no seat set for an unknown guest

Why the mean mouth
The many mirrors
Those songs to end all hearing

Come with me
The vast unknown awaits for us to see
Something so deeply hidden
Yet open before our eyes

Catch the world in writing
Draft a note or three
Listen to a farmer sing to a field

Time for a starwalk
Time to yearn
Some twists 'n turns

Come with me
The vast unknown awaits for us to see
Something so deeply hidden
Yet everscriven, so
Come with me
I'll take you to the rings, I'll take you where
The sons and daughters of endlessness came to be

Come, sit with me here for a while
Amidst the dancing skies
They will tell what lies ahead
Strange comforts, curious canvases
Front seat to history
A seat for the guest unknown

Come with me
The vast unknown awaits for us to see
Something so deeply hidden
Yet everscriven, so
Come with me
I'll take you to the rings, I'll take you where
The sons and daughters of endlessness came to be

O Espaço Entre

Em sua peça roteirizada
No palco que você chama de casa
Não há assento definido para um visitante desconhecido

Por que as más bocas
Os muitos espelhos
Aquelas canções para acabar com todas as audiências

Venha comigo
O grande desconhecido nos espera para vermos
Algo tão profundamente escondido
Ainda aberto diante de nossos olhos

Pegue o mundo por escrito
Rabisque uma nota ou três
Ouça um fazendeiro cantar para um campo

Tempo para uma estrela andante
Tempo para ansear
Algumas reviravoltas

Venha comigo
O grande desconhecido nos espera para vermos
Algo tão profundamente escondido
Ainda assim eterno, então
Venha comigo
Vou levá-lo aos anéis, vou levá-lo para onde
Os filhos e filhas do infinito vieram a ser

Venha, sente-se aqui por um tempo
Em meio aos céus dançantes
Eles dirão o que está por vir
Confortos estranhos, telas curiosas
Assento dianteiro para a história
Um assento para o convidado desconhecido

Venha comigo
O grande desconhecido nos espera para vermos
Algo tão profundamente escondido
Ainda assim eterno, então
Venha comigo
Vou levá-lo aos anéis, vou levá-lo para onde
Os filhos e filhas do infinito vieram a ser

Composição: Tuomas Holopainen
Enviada por Dóris e traduzida por Manoela. Revisão por Jovanna.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de AURI

Ver todas as músicas de AURI