Recife Nagô

Asas da América

O Sol da aurora raiou, na terra do Capibaribe,
Do frevo e do Maracatu, de baque virado, de touro encarnado, de todo o azul,
Nasceu da pedra salina, Luanda estrela divina,
Recife batendo tambor

Desaguando pela aurora, Recife senhora de toda magia que o mar derramou,
Dona santa feiticeira, rainha guerreira, cantiga negreira Recife Nagô,

Nagô Nagô, Recife Nagô, Nagô Nagô, Recife Nagô,
Nagô Nagô, Recife Nagô, Nagô Nagô, Recife Nagô

O Sol da aurora raiou, na terra do Capibaribe,
Do frevo e do Maracatu, de baque virado, de touro encarnado, de todo o azul,
Nasceu da pedra salina, Luanda estrela divina,
Recife batendo tambor

Desaguando pela aurora, Recife senhora de toda magia que o mar derramou,
Dona santa feiticeira, rainha guerreira, cantiga negreira Recife Nagô,

Nagô Nagô, Recife Nagô, Nagô Nagô, Recife Nagô,
Nagô Nagô, Recife Nagô, Nagô Nagô, Recife Nagô

Composição: J. Niquilis
Enviada por Ricardir.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Asas da América

Ver todas as músicas de Asas da América