Paranoia

Arthur Diniz

São 4 da manhã e eu não consigo dormir
Esses pensamentos não me deixam ir
E confesso que a coisa que eu mais queria agora
É ter você aqui

Porque eu me sinto tão sozinho
E eu não sei como lidar
Eu queria poder te abraçar
Eu falei que eu tava bem
Mas eu menti e espero que possa me perdoar

E eu fico mal por qualquer besteira
Isso é verdade, sim
Mas, não, eu não gosto de ser assim
E confesso que por isso
Tenho medo de um dia cê cansar de mim

Eu sou paranoico, já começo a pensar
Eu não suportaria vê-la me deixar
Com medo disso eu escondo o que eu sinto
E procuro nunca demonstrar

Uma palavra mal interpretada é suficiente
Pra fazer com que esses pensamentos surjam de repente
Eu sei que provavelmente é tudo coisa da minha mente
Mas queria que isso fosse diferente
As vezes eu me sinto um fracassado, depressivo e carente

Eu não queria ser tão inseguro assim, sinceramente
Se eu pudesse eu seria um pouco mais indiferente
Eu sei, provavelmente é tudo coisa da minha mente
Mas queria que isso fosse diferente
As vezes eu me sinto um fracassado, depressivo e carente

É, talvez eu seja mesmo um fracassado, depressivo e carente

Composição: Arthur Diniz
Enviada por Jack. Legendado por Jullia.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Arthur Diniz

Ver todas as músicas de Arthur Diniz