CASTELLI DI LENZUOLA

A.R.I.E.T.E

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

CASTELLI DI LENZUOLA

Come neve che ad aprile cade dalle foglie
Pendo dalle tue labbra, mi lasci a bocca asciutta
Siamo solo otto miliardi di persone spoglie
Dipenderò da te perché non so più stare sola
Io tendo a cercarti sopra i divani vuoti delle feste di merda
A cui non voglio mai andare
Rincorro i tuoi sguardi perché hai l’oro negli occhi
E tutto un tuo mondo in testa che mi parla

Passerà un’altra notte ancora
Giochiamo a sognare, non svegliarmi
Costruirò castelli di lenzuola
Ritorno bambina, tu non svegliarmi più
Ritorno bambina, tu non svegliarmi

Come i fiori in primavera prendono colore
Coglierò ogni momento, sì
Prenderò tutto il freddo di questa città
Vorrei scappare un giorno ma con te al mio fianco
Senza avere una meta, solo fogli bianchi
Non so quante altre volte dovrò dirti grazie
Dipenderò da noi perché siamo costanti
Io tendo a cercarti sopra divani vuoti delle feste di merda
A cui non voglio mai andare
Rincorro i tuoi sguardi perché hai l’oro negli occhi
E tutto un tuo mondo in testa che mi parla

Passerà un’altra notte ancora
Giochiamo a sognare, non svegliarmi
Costruirò castelli di lenzuola
Ritorno bambina, tu non svegliarmi più

Ritorno bambina, tu non svegliarmi
E se partirai giuro che ti seguirò
Non voglio svegliarmi con nomi che non so
Non voglio un futuro in cui tu non sai chi sono
In cui tu non sai chi sono
E se il nostro tempo non sarà mai abbastanza
Io continuerò a pendere dalle tue labbra
Dammi fiato, dammi sonno
Tu non svegliarmi più
Ritorno bambina tu non svegliarmi

CASTELOS DE FOLHAS

Como neve caindo das folhas em abril
Eu penduro em seus lábios, você me deixa com a boca seca
Somos apenas oito bilhões de pessoas nuas
Vou depender de você porque não sei mais ficar sozinho
Eu costumo procurar por você nos sofás vazios das festas de merda
Eu nunca quero ir
Eu persigo seus olhos porque você tem ouro em seus olhos
E um mundo inteiro seu na minha cabeça que fala comigo

Outra noite vai passar
Vamos brincar de sonhar, não me acorde
vou construir castelos de lençóis
Volte baby, não me acorde mais
Volte baby, não me acorde

Como as flores da primavera ganham cor
Vou aproveitar cada momento, sim
vou levar todo o frio desta cidade
Eu gostaria de escapar algum dia, mas com você ao meu lado
Sem ter um objetivo, apenas folhas em branco
Não sei quantas vezes mais terei que agradecer
Vou depender de nós porque somos constantes
Eu costumo procurar por você em sofás vazios de festas de merda
Eu nunca quero ir
Eu persigo seus olhos porque você tem ouro em seus olhos
E um mundo inteiro seu na minha cabeça que fala comigo

Outra noite vai passar
Vamos brincar de sonhar, não me acorde
vou construir castelos de lençóis
Volte baby, não me acorde mais

Volte baby, não me acorde
E se você sair eu juro que vou te seguir
Eu não quero acordar com nomes que não conheço
Eu não quero um futuro onde você não saiba quem eu sou
Onde você não sabe quem eu sou
E se nosso tempo nunca é suficiente
Eu continuarei pendurado em seus lábios
Me dê fôlego, me dê sono
Você não me acorda mais
Volte baby não me acorde


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de A.R.I.E.T.E

Ver todas as músicas de A.R.I.E.T.E