Cartão Postal

Apanhador Só

Eu tô sentado dentro de um cartão postal
Olhando aqui de perto, tudo é tão normal
A imagem mais bonita de uma capital
Impressa na revista me deixou feliz
Mas olhando aqui de perto
Eu admito, tudo é tão normal

Comprei uma asa delta pra tentar um voo
Tentei, não consegui, mas vou tentar de novo
O problema é que não sei como subir no morro
E é preciso tá no alto pra se atirar
Não achei nenhum caminho, mas tá escrito
Vou tentar de novo

Eu espero a minha janta debaixo da mesa
Olhando aqui calado, me vem a certeza
Que as pernas do meu lado vão envelhecer
E que os sapatos que elas vestem vão perder o verniz
A carne dura menos que qualquer madeira

Que qualquer madeira
Que qualquer madeira

Que qualquer madeira
Que qualquer madeira

Composição: Alexandre Kumpinski / Felipe Zancanaro
Enviada por rafael. Legendado por Douglas. Revisões por 6 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Apanhador Só

Ver todas as músicas de Apanhador Só