Les Matins

Angèle

Original Tradução Original e tradução
Les Matins

Doux réveil, au goût amer
Était-ce un cauchemar, était-ce un cauchemar?
Oh non, c'était bien hier
J'ai les yeux si rouges et bombés
Par la nuit, ou par les pleurs
Draps usés au mauvais rêve
J'aurais bien aimé, j'aurais bien aimé
Mais non, c'était bien hier
Où es-tu? Y a ton odeur comme seule trace de ton corps
Où es-tu? Tes mains me manquent, et moi, j'y crois encore

C'est les matins comme ça qui m'font pleurer
Leur vérité me tue
Car la nuit a su me faire oublier
C'est les matins comme ça qui m'font pleurer
Dès mon premier regard
Face à la nuit solitaire que j'ai passée

Pleurer, pleurer
Et pleurer, pleurer, pleurer
Pleurer, pleurer
Pleurer, pleurer, pleurer

Un de perdu, dix de trouvés
Non mais j'y crois pas
Le vent, c'était toi
Avant, t'étais à moi
Quelques heures, ou quelques verres
Et je dormirai, oui je dormirai
Jusqu'au prochain matin
Où es-tu? Y a ton odeur comme seule trace de ton corps
Où es-tu? Tes mains me manquent, et moi, j'y crois encore

C'est les matins comme ça qui m'font pleurer
Leur vérité me tue
Car la nuit a su me faire oublier
C'est les matins comme ça qui m'font pleurer
Dès mon premier regard
Face à la nuit solitaire que j'ai passée

Pleurer, pleurer
Et pleurer, pleurer, pleurer
Pleurer, pleurer
Pleurer, pleurer, pleurer

As Manhãs

Despertar doce, com gosto amargo
Foi um pesadelo, foi um pesadelo?
Ah não, isso foi ontem
Meus olhos estão tão vermelhos e inchados
Pela noite, ou pelos choros
Lençóis usados com sonhos ruins
Eu teria gostado, eu teria gostado
Mas não, isso foi ontem
Onde esta você? Tem seu cheiro como único vestígio do seu corpo
Onde esta você? Sinto falta das suas mãos, e eu, ainda acredito

São manhãs como esta que me fazem chorar
Sua verdade me mata
Porque a noite sabia como me fazer esquecer
São manhãs como esta que me fazem chorar
Logo que abro os olhos
Enfrentando a noite solitária que passei

Chorar, chorar
E chorar, chorar, chorar
Chorar, chorar
Chorar, chorar, chorar

Um perdido, dez encontrados
Não mas eu não acredito nisso
O vento, era você
Antes, você era meu
Algumas horas, ou algumas bebidas
E eu dormirei, sim eu dormirei
Até a manhã seguinte
Onde esta você? Tem seu cheiro como único vestígio do seu corpo
Onde esta você? Sinto falta das suas mãos, e eu, ainda acredito

São manhãs como esta que me fazem chorar
Sua verdade me mata
Porque a noite sabia como me fazer esquecer
São manhãs como esta que me fazem chorar
Logo que abro os olhos
Enfrentando a noite solitária que passei

Chorar, chorar
E chorar, chorar, chorar
Chorar, chorar
Chorar, chorar, chorar

Composição: Angèle
Enviada por Henrique e traduzida por HenriqueZoghbi. Legendado por Daniele. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Angèle

Ver todas as músicas de Angèle