El Remedio

Ana Guerra

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

El Remedio

Si tu me dices
Que por las noches no pasan las horas
Que tienes frío y nadie te acalora
Y le tienes miedo a la oscuridad, ah

Yo voy corriendo p'allá
Oh oh, oh oh, oh oh oh
Oh oh, oh oh, oh oh oh
Oh oh, oh oh, oh oh oh
Oh oh, oh oh

Ay, no hay por qué llorar
Yo tengo una medicina de corte natural
Dicen que causa locura
Que todo tu cuerpo suda
Que quita las amarguras
Y las heridas te cura

Y si tú quieres un poquito sí, sí, sí
No le metas corazón, ay, no, no, no
No lo pienses tanto que está cura
Puede resultar peor de lo que sientes tú por mi
El remedio no funciona si hay amor
No me hago responsable de tu decisión

Si tu me dices
Que por las noches no pasan las horas
Que tienes frío y nadie te acalora
Y le tienes miedo a la oscuridad, ah
Yo voy corriendo p'allá

Si por las noches no pasan las horas
Si tienes frío y nadie te acalora
Y le tienes miedo a la oscuridad, ah

Yo voy corriendo p'allá
Oh oh, oh oh, oh oh oh
Oh oh, oh oh, oh oh oh
Oh oh, oh oh, oh oh oh, oh

Yo voy corriendo p'allá
(Oh oh, oh oh, oh oh oh)
(Oh oh) Ha
(Oh oh, oh oh, oh oh oh, oh)

Y si tú quieres un poquito sí, sí, sí
No le metas corazón, ay, no, no, no
No lo pienses tanto que está cura puede resultar peor
De lo que sientas tú por mi
El remedio no funciona si hay amor
No me hago responsable de tu decisión

Si tu me dices
(Que por las noches no pasan las horas)
Oh (Que tienes frío y nadie te acalora)
Y le tienes miedo a la oscuridad

(Yo voy corriendo p'allá)
(Si por las noches no pasan las horas)
Y no pasan las horas (Si tienes frío y nadie te acalora)
No no no (Y le tienes miedo a la oscuridad)
No no no, no no no

Yo voy corriendo p'allá
(Oh oh, oh oh, oh oh oh) Oh
(Oh oh, oh oh, oh oh oh) Si tu me dices ven
Yo lo dejo todo por ti (oh oh)
(Oh oh, oh oh, oh oh oh)
Donde quieras que tú estés, eh eh, eh eh, eh eh, eh eh
Yo voy corriendo p'allá
Oh, oh, oh, oh
Yo voy corriendo p'allá

O remédio

Se você me disser
Que as horas não passam à noite
Que você está com frio e ninguém superaquece você
E você tem medo do escuro, ah

Eu vou correr p'allá
Oh oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh

Oh, não precisa chorar
Eu tenho um remédio natural
Dizem que causa loucura
Que todo o seu corpo sue
O que remove o amargor
E as feridas te curam

E se você quiser um pouco sim, sim, sim
Não pegue seu coração, ai, não, não, não
Não pense tanto nisso que está se curando
Pode ser pior do que você sente por mim
O remédio não funciona se houver amor
Eu não sou responsável por sua decisão

Se você me disser
Que as horas não passam à noite
Que você está com frio e ninguém superaquece você
E você tem medo do escuro, ah
Eu vou correr p'allá

Se as horas não passam à noite
Se você está com frio e ninguém superaquece você
E você tem medo do escuro, ah

Eu vou correr p'allá
Oh oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh oh oh

Eu vou correr p'allá
(Oh oh, oh oh, oh oh oh)
(Oh oh) Ha
(Oh oh, oh oh, oh oh oh)

E se você quiser um pouco sim, sim, sim
Não pegue seu coração, ai, não, não, não
Não pense tanto nisso que pode ser pior
O que você sente por mim
O remédio não funciona se houver amor
Eu não sou responsável por sua decisão

Se você me disser
(Que as horas não passam à noite)
Oh (você está com frio e ninguém te ouve)
E você tem medo do escuro

(Estou correndo p'allá)
(Se as horas não passam à noite)
E as horas não passam (Se você está com frio e ninguém superaquece você)
Não não não (e você tem medo do escuro)
Não não não não não não

Eu vou correr p'allá
(Oh oh oh oh oh oh) Oh
(Oh oh, oh oh, oh oh oh) Se você me disser
Eu deixo tudo para você (oh oh)
(Oh oh, oh oh, oh oh oh)
Onde quer que você queira estar, hein, hein, hein hein, hein hein
Eu vou correr p'allá
Oh, oh, oh
Eu vou correr p'allá


Posts relacionados

Ver mais no Blog