Não Mete o Louco (o Rei) (part. Lilly B.)

Amiri

Vói, coróio

[Amiri]
Amiri dizendo vai, rap!
De volta na linha high tech
E já que cês querem tanto mais trap
Dou mais rec, calma, é só meu mic check
1, 2, os cara num pois fé em mim?
Até que enfim o Amiri chegou, boom, foi
3, 4, me dê espaço que a minha rima
Fez atro-cidade em vocês, patos
5, 6, eu não brinco des-de o primeiro EP
Então faz as contas, eu já vim com três
7, 8, boquete e coito? Não, essa promete o topo, ah moleque doido
9, 10, não é love jazz, mas move cabeça
E move pés, mete dança, não mete o louco
Arte da Guerra tipo Sun Ti Zu, nã-não, não

É tipo Brooklin Sul, Canão
Que eu vim sabotar igual o Mauro Matheus, vai que cola
Faz meu naipe nós vai de sola
Cadê o Ike pra investir no que você faz só pra ter um like?
Mas teu hype caiu como uma luva no frio
Eu sou pelos favela igual a CUFA no Rio
Mano, eu sou uma arma de tambor
E esse é o momento que ele rufa, ouviu?
Nem tudo o que é passado foi
Eu passo, eles fala, ufa, num viu
Tema que nóis arregaça, destrói
À caça dos boy, Amiri Buffalo Bill

Preto, pesado e foda, mas esse eu chamo de Tio Phil
É que ele ensina marmanjo igual o Carlton e o Will
Que tão brincando de Frajola com o piu-piu
Eu sou Bernie e Samuel, the real deal
Cê não viu que o Amiri passa é Dios mio, noffa noffa, fiu fiu?
Quer se erguer e me cortar igual pipa, não viu o fio?
Ranco cabeça igual a Drik, não Kill Bill
É o que faço, mato MC's
Sem contrato ou contato, MC's (fracos)
Sabe o que eu ponho no prato? MC's
Não como carne, só mato, MC's (fracos)
Só porque tive um hiato eles se esguelam
Sem eu é chato mantenho tato
Não venho fraco, mantenho o trato
E de fato eu dou muito trabalho que a Catho, MC's
É o que diz a Catho, eles dizem
Entendeu? Desacato, MC's
Pedra no sapato, regras no acato, quebro-as no a-ato

Gaguejei
Na escola eles me tirava de burro
Me zoavam de Saci, de Bongô
Hoje eles que não entende nada, pai
Eu vou tão fundo nas ideias que eu quase escrevi esse aqui em Nihongo
Eu roubo a cena, não adianta fazer seguro
Faço o rap Genius parecer anta, parecer burro
Tipo meditar com os pitbull do Mun Rá em cima
Tenta, depois me fala o que é mais conivente
Os cara só me liga quando é pra dar um surra de rima
Até deixar feio na foto feita de um iPhone 20
E o rap virtual de direita enfeitando a bandeira da pátria com emoji
Quando nós vai acabar com esses pseudo mano?
Avisa a Kátia que é hoje
Cês são de raça? Cês tão de graça
Sou cão de caça, não me passa, não adianta a Lassie dormir pronta
Esquece e num me encontra
O plano era acabar só com alguns deles, mas eu sou péssimo de conta
Ué, eu não era o Pelé? Mas eu nem humilho
O Pelé que é eu, mas sem o brilho
Sabe porque tá pra nascer um rimador mais foda que isso?
É porque eu ainda não tenho um filho
Mano, cês tão lidando com um freestyleiro
Acima da média, cê não pensa só hm, que maneiro
Capaz de pôr palhaço em seu lugar, num picadeiro
E ter o melhor disco do ano dia 1 de janeiro

O jeito que eles sentem o cheiro da minha carreira
Vai deixar eles mais fanho do que ouço
E o que eles chamam de verso do Amiri
Eu chamo de mostrar o tamanho do meu bolso
É que eu sou um atropelo do Motoqueiro Fantasma
Nem viram de onde essa moto vinha
Imagina o MC mais bonito calando quem diz
Que preto é feio, pronto, agora cê tem uma foto minha

Eu torno o discurso de posse possível
E te levo prum rolê chamado próximo nível
Vem, bora, sobe na nave, coloque cinto
Mano, eu sou um cara sério, só que brinco
Com essas rimas e olha quantas, faz as contas
Tem algo errado se eu não estiver nesses top cinco
Eu fui pro quinto inferno de prima
Nessa eu preenchi cinco caderno de rima
Esse corre eu já corri uma vez
Desse porre eu já sorri uma vez
Sonhei tentando não deixar o Fred entrar igual a Vilma fez
E nessa eu já morri uma vez
Antes tivesse deixado eu morto
Agora eu faço do ijexá meu porto
E uma tattoo a cada inveja e falso MC que mato
Amanhã vou ter que fechar meu corpo
Ele lança e não estoura, é o MC Kamiquase
É tipo encher o pé sem goleiro e a bola quicar na trave
Ele é bom, mas ele fica na fase
Amiri e Deryck, zica na rima, zica na base
Nóis não voltou se achando, nóis foi buscando
Eu já falei que é culpa do Deryck

Mas o resto da culpa foi dos mano
Que não viu que eu tava em 2020 há uns oitos anos
Se tivesse soltado mais uns baita sonzão e bombado
Fazendo os que se acha os bonzão ser lombrado
Ó minha visão enquanto trilho na luta
É que eu tenho olhos e cílios na nuca
Mas o teu ego, meu brilho machuca
Essa cambada de palavrão não encontrado
Comentários que tão a postar é de foder
É que ser coerente não dá hype e tá demodê
Mas punchline pros racista tem tudo a ver com raça negra
É que essas barras quer gostar de você
Essa é a história do Amiri, não, é só o índice
Sendo modesto, pois significa príncipe
Que eles não vira, nem se elas beijar vinte sapo
Percebi que eu tô pra mais rei dessa fita, fim de papo

[Lilly B]
Faz um tempo que eu sei o que é o que me conduz
Sua força, crenças, poder, o amor e sua luz
Me guiaram a ser paz em meio ao caos e foram bem mais
E refletiram bem mais do que eu
Tudo o que eu sei é o que eu tenho é assim
Vejo em você a força que há em mim
Continua a acreditar e assim se fará
Obrigada por estar, ficar e ser lar

[Amiri]
É sobre autoamor, é sobre autoconfiança, é sobre autoestima
Mas antes disso

Posts relacionados

Ver mais no Blog