Estranei a Partire da Ieri

Alessandra Amoroso

Original Tradução Original e tradução
Estranei a Partire da Ieri

La luna è un soffio
Se alzi il braccio puoi toccarla
Ti guarda immobile
Ed ha un sorriso da bastarda
E tra le stelle I desideri della gente
Che cerca un pò di sè
Mentre io cerco te

E mi ero affezionata
Mi sono incasinata...

Parlami, parlami adesso
Che io ti sento che non sei più lo stesso
Che me ne frega di esserti amica?
Mi sembra assurdo solo a pensarci
Cosa vuoi che dica?
Guardaci guardaci adesso
Non c'è più un gesto, non c'è compromesso
E lo capisco dal tono diverso di voce
Con cui mi dici: ''stasera ho da fare, non mi aspettare''

Estranei a partire da ieri
Siamo due estranei a partire da ieri

La luna è un cerchio
Ci vuole poco a disegnarla
Ha un'aria nobile
E un cielo intero ad ammirarla
E tra le stelle I mille sogni della gente
Che pensa a vivere
Mentre io penso a te

E mi ero affezionata
Mi sono innamorata

Parlami, parlami adesso
Che io ti sento che non sei più lo stesso
Che me ne frega di esserti amica? Una tua amica!
Mi sembra assurdo solo a pensarci
Cosa vuoi che dica?
Guardaci guardaci adesso
Non c'è più un gesto non c'è compromesso!
E lo capisco dal tono diverso di voce
Con cui mi dici: ''stasera ho da fare, non mi aspettare!''

Estranei a partire da ieri
Siamo due estranei a partire da ieri

Guardaci, guardaci adesso
Non c'è più un gesto, non c'è compromesso
E lo capisco dal tono diverso di voce
Con cui mi dici: ''stasera ho da fare non mi aspettare!''
Estranei a partire da ieri
Siamo due estranei a partire da ieri

Estranhos Desde Ontem

A lua é um sopro
Se você levantar o braço você pode tocá-la
Te olha imóvel
E tem um sorriso sacana
Entre as estrelas e desejos das pessoas
Que procuram um pouco de si
Enquanto eu procuro você

Eu tinha me afeicionado,
Eu me problematizei

Me fale, me fale agora
O que eu te ouço você não é mais o mesmo
O que me importa ser sua amiga?
Parece absurdo sequer pensar nisso
O que você quer que eu diga?
Nos olhe, nos olhe agora
Não há mais um gesto não tem compromisso
E eu entendo do tom de voz diferente
O qual me diz "essa noite tenho o que fazer, não me espere"

Estranhos desde ontem
Somos dois estranhos desde ontem

A lua é um círculo
Não é preciso muito para desenhar ela
Tem um ar nobre
E um céu inteiro para admirar ela
E entre as estrelas e mil sonhos das pessoas
Que pensa a viver
Enquanto eu penso em você

Eu tinha me afeicionado
Eu me apaixonei

Me fale, me fale agora
O que eu te ouço você não é mais o mesmo
O que me importa ser sua amiga?
Parece absurdo sequer pensar nisso
O que você quer que eu diga?
Nos olhe, nos olhe agora
Não há mais um gesto não tem compromisso
E eu entendo do tom de voz diferente
O qual me diz "essa noite tenho o que fazer, não me espere"

Estranhos desde ontem ..
Somos dois estranhos desde ontem.

Nos olhe, nos olhe agora
Não há mais um gesto não tem compromisso
E eu entendo o tom de voz diferente
O qual me diz "essa noite tenho o que fazer, não me espere"
Estranhos desde ontem
Somos dois estranhos desde ontem

Composição: Daniele Coro / Federica Camba
Enviada por kathelyne e traduzida por ursula. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Alessandra Amoroso

Ver todas as músicas de Alessandra Amoroso