Te Voy a Perder

Alejandro Fernández

Original Tradução Original e tradução
Te Voy a Perder

No, no te vayas,
aún quedan palabras,
mil frases del alma,
y entre ellas no estaba el adiós.
Espera, por Dios.

Falta besarte más, acariciarte,
además de promesas
de esas que hay que cumplir.
No te puedes ir.

Rompecabezas sin piezas,
los planes,
los sueños que apenas comiezan;
esto es un error,
nadie más va poner en tu boca su amor,
no como yo.

Te amo sin miedo,
te amo cobarde,
te amo sin tiempo,
te amo que arde...
yo sé, te perderé.

Te amo dormida,
te amo en silencio,
te amo, mi vida;
te amo, lo siento,
y no hay nada que yo pueda hacer.

En cuanto cruces la puerta te voy a perder.

No, no te vayas,
aún el café no está listo,
yo sé que no has visto de mí lo mejor.
Espera, por favor.

Falta besarte más, acariciarte,
además de mil cosas
que no son hermosas sin ti.
No te puedes ir.

Rompecabezas sin piezas,
los planes,
los sueños que apenas comiezan;
esto es un error,
nadie más va poner en tu boca su amor,
no como yo.

Te amo sin miedo,
te amo cobarde,
te amo sin tiempo,
te amo que arde...
Lo sé, te perderé.

Te amo dormida
te amo en silencio
te amo, mi vida;
te amo, lo siento,
y no hay nada que yo pueda hacer.

En cuanto cruces la puerta te voy a perder.

Te amo dormida
te amo en silencio
te amo, mi vida;
te amo, lo siento,
y no hay nada que yo pueda hacer.

En cuanto cruces la puerta te voy a perder.

Te voy a perder.

Eu Vou Te Perder

Não, não se vá,
ainda restam palavras,
mil frases da alma.
e entre elas não estava o adeus.
Espera, por Deus.

Falta beijar-te mais, acariciar-te,
além das promessas
dessas que se tem que cumprir.
Tu não podes ir.

Quebra-cabeças sem peças,
os planos,
os sonhos que apenas começam;
isto é um erro,
ninguém mais vai pôr em tua boca seu amor,
não como eu.

Te amo sem medo,
te amo covarde,
te amo sem tempo,
te amo que arde...
eu sei, te perderei.

Te amo adormecida,
te amo em silêncio,
te amo, minha vida;
te amo, o sinto,
e não há nada que eu possa fazer.

Enquanto cruzes a porta vou te perder.

Não, não se vá,
ainda o café não está pronto,
eu sei que não viste em mim o melhor.
Espera, por favor.

Falta beijar-te mais, acariciar-te,
além de mil coisas
que não são belas sem ti.
Tu não podes ir.

Quebra-cabeças sem peças,
os planos,
os sonhos que apenas começam;
isto é um erro,
ninguém vai pôr em tua boca seu amor,
não como eu.

Te amo sem medo,
te amo covarde,
te amo sem tempo,
te amo que arde...
O sei, te perderei.

Te amo adormecida
te amo em silêncio
te amo, minha vida;
te amo, o sinto,
e não há nada que eu possa fazer.

Enquanto cruzes a porta vou te perder

Te amo adormecida
te amo em silêncio
te amo, minha vida;
te amo, o sinto,
e não há nada que eu possa fazer.

Enquanto cruzes a porta vou te perder

Vou te perder

Composição: Aureo Baqueiro / Leonel García
Enviada por cristian e traduzida por Sterferson. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog