A Colheita

Alda Célia

Voz do que clama em meio ao deserto
Prepara o caminho do meu Salvador
Grita nas praças, nas ruas, nos campos
Prepara o caminho do meu Salvador

Toca a trombeta em Sião
Não despreze as feridas das suas mãos

Este é o tempo de lançarmos a rede
Pregar a palavra, viver o evangelho
Este é o tempo de quebrantamento
A colheita chegou, a hora é chegada, o tempo é este, Ele vem

Voz do que clama em meio ao deserto
Prepara o caminho do meu Salvador
Grita nas praças, nas ruas, nos campos
Prepara o caminho do meu Salvador

Toca a trombeta em Sião
Não despreze as feridas das suas mãos

Este é o tempo de lançarmos a rede
Pregar a palavra, viver o evangelho
Este é o tempo de quebrantamento
A colheita chegou, a hora é chegada, o tempo é este, Ele vem

Este é o tempo de lançarmos a rede
Pregar a palavra, viver o evangelho
Este é o tempo de quebrantamento
A colheita chegou, a hora é chegada, o tempo é este, Ele vem

Ele vem, Ele vem (Espírito e a Noiva dizem vem)
Ele vem, Ele vem

Ide fazei discípulos de todas as nações porque Ele vem
Ide fazei discípulos de todas as nações porque Ele vem
Ide fazei discípulos de todas as nações porque Ele vem

(O Espírito e a Noiva dizem: Vem)
Ide fazei discípulos de todas as nações porque Ele vem
(O Espírito e a Noiva dizem: Vem)
Ide fazei discípulos de todas as nações porque Ele vem
(O Espírito e a Noiva dizem: Vem)
Ide fazei discípulos de todas as nações porque Ele vem
(O Espírito e a Noiva dizem: Vem)
Ide fazei discípulos de todas as nações porque Ele vem
(O Espírito e a Noiva dizem: Vem)
Ide fazei discípulos de todas as nações porque Ele vem
O Espírito e a Noiva dizem: Vem

Composição: Fernanda Brum / alde celia / Emerson Pinheiro
Enviada por Flavius. Legendado por Mônica e Pedro. Revisões por 10 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog