Moça Bonita

Alceu Valença

Moça bonita, seu corpo cheira
Ao botão de laranjeira
Eu também não sei se é
Imagine o desatino, é um cheiro de café
Ou é só cheiro feminino
Ou é só cheiro de mulher

Moça bonita, seu olho brilha
Qual estrela matutina
Eu também não sei se é
Imagina minha sina, é o brilho puro da fé
Ou é só brilho feminino
Ou é só brilho de mulher

Moça bonita, seu beijo pode
Me matar sem compaixão
Eu também não sei se é
Por pura imaginação
Pra saber, você me dê
Esse beijo assassino nos seus braços de mulher

Moça bonita, seu corpo cheira
Ao botão de laranjeira
Eu também não sei se é
Imagine o desatino, é um cheiro de café
Ou é só cheiro feminino
Ou é só cheiro de mulher

Moça bonita, seu olho brilha
Qual estrela matutina
Eu também não sei se é
Imagina minha sina, é o brilho puro da fé
Ou é só brilho feminino
Ou é só brilho de mulher

Moça bonita, seu beijo pode
Me matar sem compaixão
Eu também não sei se é
Por pura imaginação
Pra saber, você me dê
Esse beijo assassino nos seus braços de mulher

Moça bonita, seu corpo cheira
Ao botão de laranjeira
Eu também não sei se é
Imagine o desatino, é um cheiro de café
Ou é só cheiro feminino
Ou é só cheiro de mulher

Moça bonita, seu olho brilha
Qual estrela matutina
Eu também não sei se é
Imagina minha sina, é o brilho puro da fé
Ou é só brilho feminino
Ou é só brilho de mulher

Moça bonita, seu beijo pode
Me matar sem compaixão
Eu também não sei se é
Por pura imaginação
Pra saber, você me dê
Esse beijo assassino nos seus braços de mulher

Hey, yeah, hoh, hah! Diga!
Oh, ah!

Composição: Capinan / Geraldo Azevedo
Enviada por Sarah.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog