Unforgiven

Alborosie

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Unforgiven

In-a the streets busy life is a trouble
While you watch your world your fish stay they own pond
Those who disagree choose the way of a dubber
Those who blend right in choose the book and the laptop
Who have ears to litsen to what mama said
Sit down in a chruch and be quiet and pray
Youre takin' on the wrong pledge
Your life not granted
So your story echoes in my head

What I've found
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never be
Never see
Won't ya see what might have been?
What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never free
Never me
So I dub thee unforgiven

This is the story of man I used to know
He never listened to his dad and mama words
He found shelter in the wrong place
Friends with a screw face
Then killed by their wrong ways
Justice not kind
It's vision blind
Forward with the sentence
No judge can rewind
Rest indeed, yeah
Rest in peace
Rest in me

What I've found
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never be
Never see
Won't ya see what might have been?
What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never free
Never me
So I dub thee unforgiven

There's still a place that wants you call your own
Not a white zone at a funeral home
Silence, no more music, no sound
Under the moonlight in a small town
Guiltiness rests on their shoulders
So, for the wicked man, his days are numbered
Rest indeed, yeah
Rest in me

What I've felt
I've known

Never free
Never me

What I've found
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never be
Never see
Won't ya see what might have been?
What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never free
Never me

imperdoável

Nas ruas a vida agitada é um problema
Enquanto você assiste seu mundo, seus peixes ficam, eles possuem
Aqueles que discordam escolhem o caminho de um dubber
Aqueles que se misturam direito em escolher o livro e o laptop
Quem tem ouvidos para litsen para o que mamãe disse
Sente-se em um chruch e fique quieto e ore
Você está tomando o compromisso errado
Sua vida não é concedida
Então sua história ecoa na minha cabeça

O que eu encontrei
O que eu sei
Nunca brilhou no que mostrei
Nunca ser
Nunca ver
Você não vai ver o que poderia ter sido?
O que eu senti
O que eu sei
Nunca brilhou no que mostrei
Nunca livre
Nunca eu
Então eu te chamo inesquecível

Esta é a história do homem que eu conhecia
Ele nunca ouviu as palavras do pai e da mamãe
Ele encontrou abrigo no lugar errado
Amigos com uma cara de parafuso
Então morto por seus caminhos errados
Justiça não é gentil
É cego para a visão
Encaminhar com a sentença
Nenhum juiz pode rebobinar
Descanse, sim
Descanse em paz
Descanse em mim

O que eu encontrei
O que eu sei
Nunca brilhou no que mostrei
Nunca ser
Nunca ver
Você não vai ver o que poderia ter sido?
O que eu senti
O que eu sei
Nunca brilhou no que mostrei
Nunca livre
Nunca eu
Então eu te chamo inesquecível

Ainda há um lugar que você quer chamar de seu
Não é uma zona branca em uma agência funerária
Silêncio, sem mais música, sem som
Sob o luar em uma pequena cidade
Culpa repousa sobre seus ombros
Assim, para o homem mau, seus dias estão contados
Descanse, sim
Descanse em mim

O que eu senti
eu soube

Nunca livre
Nunca eu

O que eu encontrei
O que eu sei
Nunca brilhou no que mostrei
Nunca ser
Nunca ver
Você não vai ver o que poderia ter sido?
O que eu senti
O que eu sei
Nunca brilhou no que mostrei
Nunca livre
Nunca eu

Composição: Alborosie
Enviada por Luiz.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Alborosie

Ver todas as músicas de Alborosie