Flor Alta

Alba Reche

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Flor Alta

Vuelvo a respirar a la ciudad que quema, que quema
Sé que me fui, tu color no llega, no vela
No, no, no, no tengo miedo
A tu encuentro siento que parto de cero
Pido perdón por marcharme
Vengo a ti para entregarme

Amb la terra jo me'n vaig sense oblidar que el temps es d'ella, és d'ella
Encara que no esté a favor, sempre s'entrega, s'entrega
Amb la tеrra jo me'n vaig sense oblidar quе el temps es d'ella, és d'ella
Encara que no esté a favor, sempre s'entrega

Un, dos
Torne a respirar a la ciutat que vetla, que vetla
Sé que vaig fugir, ara em sent menys freda, no crema
No, no, no, no tengo miedo
A tu encuentro siento que parto de cero
Pido perdón por marcharme
Vengo a ti para entregarme

Amb la terra jo me'n vaig sense oblidar que el temps es d'ella, és d'ella
Encara que no esté a favor, sempre s'entrega

Toco tierra firme, me hace sentir eterna
La inmensidad se vuelve pequeña
Aún no siendo nada, con la cabeza baja
Siempre me enseña, no reprocha nada

Amb la terra jo me'n vaig sense oblidar que el temps es d'ella, és d'ella
Encara que no esté a favor, sempre s'entrega (s'entrega)
Amb la terra jo me'n vaig sense oblidar que el temps es d'ella, és d'ella
Encara que no esté a favor, sempre s'entrega, s'entrega
Amb la terra jo me'n vaig sense oblidar que el temps es d'ella, és d'ella
Encara que no esté a favor, sempre s'entrega

Flor Alta

Eu respiro novamente a cidade que queima, que queima
Eu sei que fui embora, sua cor não vem, não navegue
Não, não, não, não tenho medo
Na sua reunião eu sinto que começo do zero
Peço desculpas por sair
Eu venho para você para me dar

Com a terra saio sem esquecer que o tempo é dela, é dela
Mesmo que ele não seja a favor, ele sempre cumpre, ele cumpre
Com a terra saio sem esquecer que o tempo é dela, é dela
Mesmo que não seja a favor, é sempre entregue

Um dois
Respire novamente na cidade que assiste, que assiste
Eu sei que fugi, agora me sinto menos frio, não estou queimando
Não, não, não, não tenho medo
Na sua reunião eu sinto que começo do zero
Peço desculpas por sair
Eu venho para você para me dar

Com a terra saio sem esquecer que o tempo é dela, é dela
Mesmo que não seja a favor, é sempre entregue

Eu toco o chão, me faz sentir eterna
A imensidão se torna pequena
Ainda nada, com a cabeça baixa
Ele sempre me ensina, ele não me culpa

Com a terra saio sem esquecer que o tempo é dela, é dela
Mesmo que não seja favorável, é sempre entregue (entregue)
Com a terra saio sem esquecer que o tempo é dela, é dela
Mesmo que ele não seja a favor, ele sempre cumpre, ele cumpre
Com a terra saio sem esquecer que o tempo é dela, é dela
Mesmo que não seja a favor, é sempre entregue

Composição: Alba Martínez Reche / Martin Muñoz "Mon Dvy" / Martin Vargas Morales / Simon Vargas Morales
Enviada por Flavia.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Alba Reche

Ver todas as músicas de Alba Reche