A Nine Days' Wonder

Akeboshi

Original Tradução Original e tradução
A Nine Days' Wonder

A nine days' wonder looking back
As the sun goes down
As time goes by a sketch of life
On the wall worn out

One day she said in the usual tone
That I don't shine anymore
So I laughed and said "Can you bring it back?"
She stands alone watching the leaves fall

So many places, so many ways
But there's no way home, nowhere I belong

So many faces fade away
And then life goes on

So many places, so many ways
But there's no way home, nowhere I belong

Off the rails dream away
The amber lights flicker out

An old soldier lives in the dark
Says the light only causes pain

Now I don't listen to him this time
I packes my bag and I walk to the bus stop
Stars start falling down like a yellow rain, like fire-works
I stand alone watching the stars fall

So many places, so many ways
But there's no way home, nowhere I belong

So many faces fade away
And then life goes on

So many places, so many ways
But there's no way home, nowhere I belong

So many faces fade away
And then life goes on

[instrumental]

Still living in a world we know
Still living in a world we know
Still living in a world we know
Still living in a world we know
Hold on there
And then life goes on

Still living in a world we know
Still living in a world we know
Still living in a world we know
Still living in a world we know
Hold on there
And then life goes on

Uma Maravilha de Nove Dias

Uma maravilha de nove dias olhando para trás
Conforme o sol se põe
Conforme o tempo corre por um traço de vida
Exausta sobre a parede

Um dia ela disse em seu tom usual
Que eu não brilho mais
Então eu ri e disse "Você pode trazer isso de volta?"
Ela ficou sozinha assistindo as folhas caírem

Tantos lugares, tantos caminhos
Mas não há um caminho para casa, lugar algum a qual eu pertença

Tantas faces se desvanecendo
E então a vida continua

Tantos lugares, tantos caminhos
Mas não há um caminho para casa, lugar algum a qual eu pertença

Fora dos trilhos sonho a fora
As luzes âmbares extinguem-se

Um velho soldado vive na escuridão
Diz que a luz causa apenas sofrimento

Agora eu não dou ouvidos a ele dessa vez
Eu ergo minha mochila e ando até o ponto de ônibus
Estrelas começam a cair como uma chuva amarela, como fogos-de-artifício
Eu paro sozinho assistindo as estrelas caírem

Tantos lugares, tantos caminhos
Mas não há um caminho para casa, lugar algum a qual eu pertença

Tantas faces se desvanecendo
E então a vida continua

Tantos lugares, tantos caminhos
Mas não há um caminho para casa, lugar algum a qual eu pertença

Tantas faces se desvanecendo
E então a vida continua

[instrumental]

Ainda vivendo em um mundo que conhecemos
Ainda vivendo em um mundo que conhecemos
Ainda vivendo em um mundo que conhecemos
Ainda vivendo em um mundo que conhecemos
Aguente firme
E então a vida continua

Ainda vivendo em um mundo que conhecemos
Ainda vivendo em um mundo que conhecemos
Ainda vivendo em um mundo que conhecemos
Ainda vivendo em um mundo que conhecemos
Aguente firme
E então a vida continua

Composição: Akeboshi
Enviada por Murilo e traduzida por Deni. Legendado por Vivian.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Akeboshi

Ver todas as músicas de Akeboshi