Antropo

Agona

Encaro o nosso abismo
Entrego a mente ao cinismo
Encaro o fundo do poço
Entrego todo o meu corpo

Negando qualquer lucidez
Matando sou a palidez
Negando toda existência
Matando sua decadência

Sofrendo todas as dores
Doente dos horrores
Em paz com o caos
Abençoado pelo mal

Encaro o nosso cinismo
Entrego a mente ao abismo
Encaro todo o meu corpo
Entrego o fundo do poço
Negando qualquer lucidez
Matando sou a palidez
Negando a benevolência
Matando sou a violência

Sofrendo todas as dores
Doente dos horrores
Em paz com o caos
Abençoado pelo mal

Eu sou o inferno em você
E vamos apodrecer
Negando a existência
Eu sou a violência

Composição: Alan Muniz
Enviada por Leonardo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Agona

Ver todas as músicas de Agona