No balanço do trem

Absyntho

Você vem sempre pra cá e não dá em nada
Só de brigar, você tem medo de sair machucada
Se a gente tentar bebendo esse vinho
Vou dar o final, aquele que eu acabo sozinho

É noite que vai, você que não vem
Vê se decide!
Não é difícil, meu bem
Imagine o balanço do trem
Se acostuma, meu bem
Vai relaxando no balanço do trem

É só balançar, ficar do meu lado
Quando eu te abraçar
Vai ver que eu não sou só assanhado

É noite que vai, você que não vem
Vê se decide!
Não é difícil, meu bem
Imagine o balanço do trem
Se acostuma, meu bem
Vai relaxando no balanço do trem


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Absyntho

Ver todas as músicas de Absyntho