Reunião Dos Cria

A Banca Records

Caralho, aí, vai lá, porra, aumenta meu microfone, mano
Traz o bagulho pra mim
Borges

No iate com dinheiro da boca
Sabe que eu só aperto da bruta
Puta rebola, só joga essa bunda
Só mexe essa bunda, só quica essa bunda
Posta no Insta sentando com a bunda
Te dando tapa, sua filha da puta
Cara de safada chupando na rua
Muito safada chupou no iate
Putaria e crime nunca é demais
Tropa do moço só menor sagaz
Na pista com 15, contenção do pai
Hoje em dia tô colhendo os fruto
Ela rende pra minha cara de puto
Diz que se amarra no prostituto
Que fode com ela fumando charuto
Que pia no baile de armamento russo

E lá na favela o chefe tem um desses
Só que a diferença é que é pra traficar
Várias pelada tomando whisky
Fumando haxixe doidinha pra dar
Só que o foda é que tem cinco mano
E falaram que o plano é ter mais mulher
Dentro do balde carne de alemão
Pras piranha brincar dando pro jacaré
Olho o fuzil, lembro do VTN
Ele falou que bandido é assim
Droga e buceta pra nós virou mato
Se subir, te mato, vai ser o teu fim
Bagulho agora é cocaína rosa
Bota na mesa pra minha faixa rosa
Pede MD pra chupar minha pica
Bandida safada, que bunda gostosa
Então desce com a xota
Passa no fuzil
Se minha fiel me pegar com batom na minha pica
Cê nunca me viu (pow, pow)

Yeah, brota no iate pra fuder com a tropa
Reunião dos cria e umas faixa rosa
Brota no iate pra fuder com a tropa
Reunião dos cria e umas faixa rosa

Bailarina safada, ela joga na cara da tropa do mal
Ainda por cima ela é braba, o dinheiro que eu tenho fiz pelo PayPal
As baddie jogam a raba apenas pros caras que jogam real
Vai ter que sustentar a marra, cê não vai querer ser mais um carinha mau
Tipo hoho, eu sou seu presente, oh, no
Eu quero te pegar muito mais que os po-po
Até os meninos querem ter o meu flow
Azmuth mandou o beat e a baddie matou

Yeah, brota no iate pra fuder com a tropa
Reunião dos cria e umas faixa rosa
Brota no iate pra fuder com a tropa
Reunião dos cria e umas faixa rosa

Doka
Sabe o que ela fez?
Raspa essa bala na tela, emprestou o celular
Que que cê vai me falar? Tipo, tô de Julietada (ah, yeah)
Que que cê vê? Se ela quer do MD (uh, yeah)
Se ela joga pra ver, 'cê não entende mais nada (yeah, yeah)
Compro a Mizuno partindo pra Prada, plá, plá, plá
Eu passei dos limite porque eu tô (—te porque eu vou pro campo)
Misturando droga (ah), misturando droga
A mente não, mas vida nova, brilhantemente nós renova (uh, ih, ih)
Instantaneamente cê me olha, frequentemente cê me chora
Todo aeroporto final de semana
Nem é as mema bitch no pé do papai
Nós joga dinheiro pra cima e não ligo
Soltando mais cinco de prévia na live
Então shh, diz que cê não vai
Nem de Saint Laurent
E a mina mais, mais gata daqui
Que diz que ela é minha fã, Doka

Yeah, brota no iate pra fuder com a tropa
Reunião dos cria e umas faixa rosa
Brota no iate pra fuder com a tropa
Reunião dos cria e umas faixa rosa

Ban-ban-ban-ban-bandida da voz rouca
Gin e pirulito pop no canto da boca
Ahn, essa maluca
Faz o quadradinho de quatro igual a Pocah
Ahn, então vem, faz um skrr
Hoje eu tô full, outro patamar
Balança essa raba pro Miatã
Rebola no ao vivo do Instagram
Doce e porradão igual Salam
Poderzão, virei fã
Coleira da Gucci
Pra amiga da amiga da prima Nath
Ontem na comuni
Hoje o churras vai ser no iate
Hash, coquetel de frutas tropical, piscina, tudo, fica à vontade
Agora o bagulho tá de verdade
Agora o bagulho

Composição: Borges / Dfideliz / Ebony / Miatã / Sidoka
Enviada por Arthur.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de A Banca Records

Ver todas as músicas de A Banca Records